Caixa elimina 166 pessoas do ‘Minha Casa, Minha Vida’

A Caixa Econômica Federal (CEF) desclassificou 166 candidatos, entre titulares e suplentes, do programa “Minha Casa, Minha Vida”, cujo sorteio foi realizado no último dia 18. O banco descobriu irregularidades desses participantes através de pesquisa no Sistema de Tratamento de Arquivos Habitacionais (Sitah). A listagem completa dos eliminados foi publicada na última edição do jornal A COMARCA.

Segundo a Prefeitura, a eliminação dos candidatos se deu por diversos fatores, dentre eles identificação de renda bruta acima do permitido (R$ 1,6 mil) e candidatos que possuem outro imóvel. Com essas desclassificações, os suplentes podem se habilitar para receber um dos apartamentos do Residencial “Terras de Mogi”, por ordem de sorteio.

Além das eliminações promovidas pela CEF, a Secretaria Municipal de Obras e Habitação vem recebendo denúncias. Já foram apresentados aproximadamente dez casos, que estão sendo investigados. Conforme previsto no Decreto Municipal 6843/15, o candidato que omitir informações ou as prestar de forma inverídica deverá ser excluído do processo de seleção.

Banco afirma que descobriu irregularidades de participantes (Foto: Divulgação/Prefeitura de Mogi Mirim)

Os não desclassificados deverão comparecer na Estação Educação na próxima semana, conforme agendamento, para apresentar a documentação necessária que será enviada à Caixa para realização do financiamento. Após o sorteio, todos os candidatos que compareceram à escola “Maria Nilsen de Oliveira Leite” foram informados sobre a data de agendamento.

Também na próxima semana, entre segunda e sexta-feira, os candidatos que ainda não realizaram ou atualizaram o Cadastro Único poderão regularizar essa situação. Aqueles que não comparecerem no período estabelecido serão considerados como desistentes.

Além disso, serão convocados ainda 23 candidatos que não retiraram o formulário com a documentação necessária exigida. Essa listagem também é publicada na edição de hoje do jornal A COMARCA. Esses candidatos deverão comparecer, na segunda-feira, 03, das 8h às 16h30, à Gerência de Obras e Habitação, que fica na Rua Dr. Arthur Cândido de Almeida, 110, bairro Nova Mogi (ao lado do SAAE).

 O não comparecimento será determinante para a desclassificação do candidato do programa. Após a retirada do formulário, esses candidatos terão a chance de apresentar a documentação e regularizar o Cadastro Único, até sexta-feira, das 8h às 17h, na Estação Educação.

FLORESTA
Durante a semana, a reportagem de A COMARCA recebeu denúncias de que residências do programa “Minha Casa, Minha Vida” no Residencial Floresta estariam alugadas, vendidas e até desocupadas. As moradias foram sorteadas em 2012.

A Prefeitura informou que as denúncias sobre o Residencial Floresta recebidas pela Gerência de Habitação já foram encaminhadas à Caixa Econômica Federal, que é responsável por uma possível reintegração de posse. Caso a CEF sinalize nesse sentido, a Prefeitura indicará os suplentes.

Por Flávio Magalhães

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top