Dr. Gilmar Bezerra morre aos 59 anos

Faleceu no último domingo, 19, na cidade de Campinas, o procurador jurídico da Prefeitura Gilmar Alves Bezerra. O advogado tinha 59 anos e deixou duas filhas, Marília Bernardi Alves Bezerra e Mariana Bernardi Alves Bezerra, ambas advogadas. O velório ocorreu na noite de domingo e o sepultamento, na manhã de segunda-feira, 20.

Dr. Gilmar, como era mais conhecido, ingressou na Prefeitura em 1971, como Guarda Mirim, junto ao Gabinete do prefeito Adib Chaib. Foi efetivado como funcionário público em 1978. Foram 44 anos dedicados ao serviço público.

Na Administração Municipal, passou pelos cargos de chefe da divisão de Expediente e Registro do Gabinete, assessor de Gabinete, advogado assistente, diretor da Procuradoria Jurídica, encarregado de divisão em Gestão Jurídica, chefe de Gabinete e coordenador de Gerência.

Dr. Gilmar ingressou na Prefeitura em 1971, chegando a ser chefe de gabinete (Foto: Arquivo/A COMARCA)

Dr. Gilmar encerrou sua trajetória como procurador na Secretaria de Negócios Jurídicos, prestando serviços à Secretaria de Planejamento e Mobilidade Urbana. Exerceu ainda a presidência da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Mogi Mirim, entre 1993 e 1994.

A Prefeitura emitiu uma nota de condolências na última segunda-feira, 20. “Aos familiares, amigos, colegas e admiradores, expressamos o desejo de que a dor da perda seja amenizada pela certeza de que Dr. Gilmar deixou um grande legado ao município. À memória de Dr. Gilmar, manifestamos profundo respeito”.

O prefeito Gustavo Stupp (PDT) decretou luto oficial por três dias, em sinal de pesar pela morte de Gilmar Bezerra. A Bandeira Municipal foi hasteada a meio-mastro nesse período. Gilmar Bezerra completaria 60 anos na próxima quarta-feira, 29.

Por Flávio Magalhães

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top