Diretoria deve retornar “Vail Chaves” para nome do estádio do Mogi

Praça esportiva do interior paulista com maior mudança de nome, o atual Estádio “Romildo Vitor Gomes Ferreira”, o Romildão, deverá retornar a estampar o nome de “Vail Chaves” - nome dado em homenagem à pessoa que cedeu o terreno para a construção do campo do Sapão da Mogiana.

Os novos gestores do Sapo admitem que devem realizar uma pesquisa entre os torcedores, mas que o nome de “Vail Chaves” agrada a grande maioria da população de Mogi Mirim.

O estádio deixou de ser chamado “Vail Chaves” após que o ex-presidente do Mogi, Wilson Fernandes de Barros, realizou algumas melhorias na praça esportiva e batizou o local com o seu nome.

Nova diretoria admite que deve realizar votação, mas que nome agrada maioria (Foto: Arquivo/A COMARCA)

Anos depois, após problemas familiares, Wilson Fernandes de Barros decidiu retirar seu nome do estádio e, através de uma promessa, homenageou o Papa João Paulo II, que começou a dar nome ao estádio.

O Estádio “Papa João Paulo II” não durou muito. Após a transição de gestão da família Barros para o ex-presidente Rivaldo Ferreira, em 2008, o novo presidente quis prestar uma homenagem ao seu pai e novamente mudou a nomenclatura do estádio para “Romildo Vitor Gomes Ferreira”, nome que permanece até os tempos atuais.

Não é descarta também pela diretoria do clube, caso haja interesse comercial, de uma empresa fornecer seu nome ao estádio, com já ocorre em várias “Arenas” espalhadas pelo Brasil.

Por Marcelo Gotti

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top