Promotor investiga curso feito por Mazon com verba pública

O promotor Rogério Filócomo Júnior instaurou um inquérito civil para investigar um curso motivacional realizado em 2013 pelo então secretário de Governo Gabriel Mazon e pago com dinheiro público. O fato pode configurar improbidade administrativa, com prejuízo aos cofres municipais. A investigação foi motivada por uma denúncia anônima.

De acordo com informações obtidas pelo Ministério Público (MP), Mazon realizou há dois anos o treinamento “leader trainning” na empresa Conexão De Um Líder, de Campinas, ao custo de R$ 1690,00, pago com dinheiro público através de dispensa de licitação. Para Filócomo, o curso é de interesse meramente particular e não possuiu vínculo com a atuação do ex-secretário municipal.

Segundo informações divulgadas na internet pela própria Conexão De Um Líder, o treinamento “leader trainning” tem como objetivo “elevar a autoestima, desenvolver o autoconhecimento e superar fatores limitantes em busca da felicidade e do sucesso”. Filócomo ainda recomendou que Mazon devolva aos cofres públicos o dinheiro utilizado para pagar tal curso.

Ex-secretário de Governo realizou curso na empresa Conexão de Um Líder (Foto: Arquivo/A COMARCA)

O prefeito Gustavo Stupp (PDT) também foi oficiado para prestar esclarecimentos sobre os fatos. A Conexão de Um Líder é a mesma empresa que quase recebeu um terreno de 33 mil metros quadrados através de doação, em projeto de lei de autoria do Poder Executivo. Após pressão do Ministério Público e parte da imprensa, a empresa desistiu da doação.

RESPOSTA
Para A COMARCA, a Prefeitura afirmou que o processo de dispensa de licitação foi solicitado pelo prefeito Gustavo Stupp, não havendo manifestação de Mazon no processo licitatório. “O Sr. Gabriel Mazon Tóffoli realizou o treinamento e aplicou os conhecimentos adquiridos no desempenho das suas relevantes funções públicas”, afirmou o Governo Municipal.

Por Flávio Magalhães

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top