Rivaldo opera joelho e pode jogar nos Estados Unidos

Após renunciar a presidência do Mogi Mirim, clube que presidiu por sete anos, e anunciar que não veste mais a camisa do Sapão da Mogiana, o ex-jogador da seleção brasileira, Rivaldo Ferreira, foi submetido à primeira cirurgia em sua vida na última quarta-feira, 15. Segundo o médico Joaquim Grava, responsável pelo procedimento cirúrgico, a operação foi bem sucedida.

Em entrevista à Gazeta Esportiva, o médico revelou que Rivaldo sofria com um problema no menisco e na cartilagem que estava provocando um atrito entre os ossos do joelho direito.

Segundo Grava, por ter uma musculatura e preparo físico invejável, o meio-campista poderá voltar a jogar em dois ou três meses. O veterano tem a intenção de abrir uma escolinha de futebol nos Estados Unidos e, para isso, pode voltar aos gramados mais uma vez.

Atleta foi submetido a cirurgia e está em fase de recuperação (Foto: Reprodução/Instagram)

Até o momento, duas equipes que disputam a Major League Soccer manifestaram interesse em contar com o futebol do ex-presidente do Mogi Mirim. Para expandir o negócio com a escolinha de futebol, o ex-jogador pode retornar aos gramados de novo, desta vez, vestindo a camisa de um clube de um país em que ainda não jogou. A entrada no visto de trabalho, para três anos, já foi dada há algum tempo, e o pentacampeão já conseguiu o aval para abrir uma empresa no país: R10 Soccer School.

Em sua conta no Instagram, Rivaldo agradeceu por ter corrido tudo bem durante a cirurgia. “Já estou no quarto. A cirurgia demorou um pouco, mas correu tudo bem. Obrigado, Jesus”, escreveu Rivaldo.

O médico afirmou que Rivaldo não terá recuperação diferenciada pela idade. “A idade dele por si só não torna o processo de recuperação diferente. A partir de agora, o Rivaldo vai recorrer à fisioterapia como qualquer outro atleta e logo deve voltar a pisar”, concluiu o médico.

Por Marcelo Gotti

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top