Sem motivos para comemorar, feriado deveria ser cancelado

Diante da situação critica que vive a Prefeitura atualmente, com exonerações de cargos, cortes de verbas e redução da jornada de trabalho dos funcionários públicos para conquistar economia aos cofres municipais, o Poder Público decidiu que não irá promover atrações para a população no dia do aniversário da cidade, que ocorre no próximo dia 22 de outubro.

Mesmo sem as comemorações, a Prefeitura deverá estipular ponto facultativo para os funcionários com a justificativa de economia. E assim, a cidade viverá mais um feriadão com êxodo de pessoas do município e prejuízo para o comércio local.

A maioria da população irá procurar lazer e diversão em cidades vizinhas, onde shopping e comércio terão expediente normal. Uma alternativa para diminuir a crise do comércio e evitar que a população deixe a cidade, seria cancelar o feriado e promover expediente normal no comércio.

Alternativa para evitar que população deixe a cidade seria cancelar o feriado e abrir o comércio (Foto: Marcelo Gotti/A COMARCA)

A ideia de cancelar o feriado foi levada ao presidente da Associação Comercial e Industrial de Mogi Mirim (Acimm), Sidney Coser, que não destacou mais pontos negativos do que positivos com o cancelamento do feriado.

Para o presidente da Acimm, seria até uma boa ideia para os lojistas, mas desagradaria grande parte dos funcionários, que não teriam a oportunidade de ter dia livre para passar com a família e procurar diversão e lazer.

Além disso, Sidney Coser disse que para abrir suas portas, os comerciantes teriam que fazer um acordo coletivo com o Sindicato do Comércio Varejista de Mogi Mirim (Sicovamm) e oferecer benefícios aos funcionários. “Não é muito simples assim não. Existem vários detalhes que no final das contas, não iria compensar o sacrifício”, encerra Sidney Coser.

O feriado de 22 de outubro continua mantido pela Prefeitura mesmo sem atrações e motivos para comemorar. O caos financeiro da Administração Municipal reflete diretamente na população, que fica sem lazer e diversão na cidade.

Por Marcelo Gotti

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top