Márcio Goiano não é mais técnico do Mogi Mirim

Os vários insucessos consecutivos do técnico Márcio Goiano no comando do Mogi Mirim no Campeonato Brasileiro da Série B tornaram insustentável a permanência do treinador no clube.

Desde que chegou ao Sapão da Mogiana, Márcio Goaiano só acumulou derrotas pelo Brasileiro da Série B: contra CRB por 2 a 1, América por 2 a 1, Náutico por 1 a 0, Atlético-GO por 2 a 0 e Macaé por 1 a 0.
O presidente do Mogi, Luiz Henrique Oliveira, quando apresentou Márcio Goiano como comandante do Sapo, declarou a intenção de permanecer com o profissional para a disputa do Campeonato Paulista da Série A-1 em 2016.

Mas, devido aos maus resultados obtidos por Márcio Goiano a frente do Sapão da Mogiana, o “Projeto Paulistão” foi ceifado antes mesmo do encerramento da Segunda Divisão do nacional.

Sem saber o que é vencer no Mogi, Márcio Goiano deixou o comando do clube (Foto: Marcelo Gotti/A COMARCA)

Sem Márcio Goiano, o técnico da equipe Sub-20 do Sapo, Geraldo Meira, assume de forma interina a responsabilidade de comandar o Mogi diante do Ceará neste sábado, 31, no Estádio “Romildo Ferreira”, às 17h30, pela 33ª rodada do Brasileiro da Série B.

Geraldo Meira irá desfalcar o time Sub-20 do Mogi em momento agudo no Campeonato Paulista da divisão. O time mogimiriano enfrenta o Red Bull também neste sábado, 31, no Centro de Treinamento Red Bull Brasil, em Jarinu, às 16h, pela fase de quartas de final da competição.

O presidente do Sapo, Luiz Henrique de Oliveira, lamentou a saída de Márcio Goiano e afirmou que um novo nome para assumir o comando técnico do time profissional será discutido pela diretoria com calma, uma vez que o profissional será responsável em montar o elenco do Paulistão.

Por Marcelo Gotti

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top