Stupp exonerou 42 comissionados em setembro; veja lista

O mês de setembro foi agitado na Prefeitura. A divulgação dos decretos municipais pelo Portal da Transparência do município revelou que o prefeito Gustavo Stupp (PDT) decidiu abrir mão de 42 cargos de confiança em seu governo. Outros 12 funcionários, principalmente os secretários, foram rebaixados de função.

A lista com todos os nomes está reunida abaixo pela reportagem de A COMARCA. O setor que mais sofreu com os cortes foi o de Educação, onde 13 servidores foram demitidos ou reenquadrados em outras funções. A Secretaria de Sustentabilidade Ambiental aparece em segundo lugar.

A maioria das exonerações ocorreu em 16 de setembro, como medida “anticrise” adotada pelo Governo Municipal. Foram 36 cortes anunciados para essa data. Antes disso, contudo, a Prefeitura já promovera demissões. A mais recente foi a de Gabriela Galhardoni, funcionária envolvida em denúncias de falsificação de documentos e apontada como vítima de extorsão.

Até agosto, segundo A COMARCA apurou, o Governo Stupp contava com 83 funcionários de confiança, de livre nomeação pelo chefe do Executivo. Esses cargos custavam mais de R$ 400 mil aos cofres públicos de Mogi Mirim, o que representava quase 5% da folha de pagamento, no limite estabelecido por legislação municipal.

Na ponta do lápis, toda essa dança das cadeiras deve economizar R$ 164 mil por mês, de acordo com previsão divulgada pela Administração Municipal.

Prefeito Gustavo Stupp justificou demissões como corte de gastos na Administração Municipal (Foto: Arquivo/A COMARCA)

OS COMISSIONADOS AFETADOS PELO CORTE

Acácio Antonio dos Santos (Sustentabilidade Ambiental) – exonerado
Adriana Roberto Primo (Educação) – exonerada
Alan Pitta Polido (Relações Institucionais) – exonerado
Alessandra M. Biscaro Paschoalotti (Obras, Habitação e Serviços) – exonerada
Alex José Negro (Governo) – exonerado
Alexandre Rodrigues Caetano (Obras, Habitação e Serviços) – exonerado
Américo Jordão Neto (Assistência Social) – exonerado
Ana Letícia Ceregatti Zingra (Captação, Gestão e Controle) – exonerada
Anderson Clodoaldo Tarossi (Governo) – reenquadrado
André Luiz Pissinati (Obras, Habitação e Serviços) – exonerado
Angela Cândida Pereira da Silva (Educação) – exonerada
Antonio Franco Barbosa Neto (Sustentabilidade Ambiental) – exonerado
Cristiane H. B. Guarnieri (Educação) – exonerada
Cristina do Carmo Pereira de Campos Massini (Educação) – exonerada
Daiana Michele Gattei (Sustentabilidade Ambiental) – exonerada
Daniela Olisiero (Assistência Social) – reenquadrada
Danilo Paraense Palhares Ferreira (Sustentabilidade Ambiental) – exonerado
David Barone (Segurança Pública) – reenquadrado
Denise Helena Coppo (Assistência Social) – reenquadrada
Dison Reis de Almeida (Planejamento e Mobilidade Urbana) – exonerado
Eneas dos Santos Moreno (Sustentabilidade Ambiental) – exonerado
Everton Stefano Zaniboni (Educação) – reenquadrado
Fernando Cesar Gasparini (Governo) – exonerado
Flávia Helena da Silva (Educação) – exonerada
Frederico Heyden Bellotti (Governo) – exonerado
Gabriela Galhardoni Moreira (Administração) – exonerada
Gerson Luiz Rossi Junior (Saúde) – reenquadrado
Gilson Brito Rodrigues da Silva (Educação) – exonerado
Guilherme Henrique A. Zani (Educação) – exonerado
João Antonio da Fonseca (Cultura e Turismo) – exonerado
João Luiz Andrade Teixeira (Obras, Habitação e Serviços) – exonerado
José Casimiro S. Camargo (Segurança Pública) – reenquadrado
Juliana O. Carvalho Santos (Educação) – exonerada
Julio Cesar Aparecido da Costa (Cultura e Turismo) – exonerado
Júlio Cesar de Freitas (Educação) – exonerado
Kleber Gustavo Setin (Governo) – reenquadrado
Larissa Tânia M. Gonçalves (Educação) – exonerada
Leonardo David Zaniboni (Captação, Gestão e Controle) – exonerado
Lourdes Cardoso (Saúde) – exonerada
Luciano Ferreira de Mello (Segurança Pública) – reenquadrado
Luiz Fernando Saviano (Sustentabilidade Ambiental) – exonerado
Luiz Philipe Marques (Obras, Habitação e Serviços) – exonerado
Marcos Francisco Lemes (Saúde) – exonerado
Pablo Fernandes Cortez (Saúde) – exonerado
Raiane Sommer Macedo (Sustentabilidade Ambiental) – exonerada
Roger Prado (gabinete do prefeito) – reenquadrado
Rosangela B. B. Schiavon (Chefia de Gabinete) – exonerada
Sandra Benedita Delfino (Obras, Habitação e Serviços) – exonerada
Sandra Regina A. J. Silva (Educação) – exonerada
Sinara Cristina Soares Durante (Sustentabilidade Ambiental) – exonerada
Stefania Cerrutti (Educação) – exonerada
Thiago Matiolli Kleinfelder (Suprimentos e Qualidade) – reenquadrado

Fonte: Prefeitura Municipal de Mogi Mirim

Por Flávio Magalhães

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top