Stupp recontrata comissionados demitidos

Funcionários comissionados demitidos em setembro, durante as medidas “anti-crise” impostas pela Prefeitura, foram recontratados pelo prefeito Gustavo Stupp (PDT). No Portal Municipal da Transparência, é possível verificar que as últimas nomeações reintegraram ao quadro de servidores municipais alguns dos exonerados.

Na prática, a demissão valeu apenas para o mês de setembro. Isso porque as novas nomeações readmitiram os exonerados a partir do dia 03 de novembro. Procurada pela reportagem de A COMARCA, a Prefeitura não deu satisfações sobre o assunto. Questionado pessoalmente, o secretário de Administração Francisco Scarabel Júnior afirmou que uma resposta seria dada à imprensa, mas isso não ocorreu até o fechamento desta edição.

Prefeito assinou portarias que recontratam comissionados demitidos em setembro (Arquivo/A COMARCA)

No mês passado A COMARCA divulgou a lista de todos os exonerados. A maioria das demissões ocorreu em 16 de setembro, como medida “anticrise” adotada pelo Governo Municipal. Foram 36 cortes anunciados para essa data. Antes disso, contudo, a Prefeitura já promovera demissões. A mais recente foi a de Gabriela Galhardoni, funcionária envolvida em denúncias de falsificação de documentos e apontada como vítima de extorsão.

Até agosto, segundo A COMARCA apurou, o Governo Stupp contava com 83 funcionários de confiança, de livre nomeação pelo chefe do Executivo. Esses cargos custavam mais de R$ 400 mil aos cofres públicos de Mogi Mirim, o que representava quase 5% da folha de pagamento, no limite estabelecido por legislação municipal.

Por Flávio Magalhães

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top