Mogi entra na guerra contra a Dengue

No próximo sábado, 30, a Prefeitura irá realizar um megamutirão contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença da Dengue, Chikungunya e Zika vírus.

A ação vai integrar uma mega operação regional de combate ao mosquito. Antes do anuncio do megamutirão, representantes de diversas secretarias municipais se reuniram para ajustarem os últimos detalhes, principalmente, quais as atribuições específicas dos órgãos envolvidos.

No plano elaborado para o mutirão ficou estabelecido três eixos principais: ação de orientação, limpeza e fiscalização. “Queremos com esse trabalho, abranger o máximo possível das residências e deixar a cidade limpa nesses dois dias”, enfatizou um dos integrantes da comissão responsável pela coordenadoria. “Nosso objetivo, é não deixar nenhuma possibilidade de criadouro”.

Para atingir o sucesso necessário, é imprescindível que toda a população se conscientize e colabore. É fundamental que todos se unam e tenham a vontade de erradicar o mosquito responsável pela transmissão das doenças.


Desta forma, é solicitado aos moradores que sejam colocados nas calçadas, até a próxima sexta-feira, 29, todo o material que possa ser considerado como criadouro do mosquito.

A necessidade dessa colaboração é devido ao fato de que já no sábado, a partir das 8h, os caminhões começaram a recolher todo o material. Serão disponibilizados 24 caminhões com quatro ajudantes cada, totalizando mais de 90 pessoas apenas para o trabalho de recolhimento.

A previsão é que no decorrer dessa semana mais caminhões possam ser disponibilizados, totalizando 30 veículos. A intenção é que com todo esse trabalho até o dia 1 de fevereiro toda a cidade esteja limpa e sem o foco da dengue.

Após a realização dos serviços de limpeza, técnicos alertaram que a fiscalização será mais rigorosa. De acordo com o planejamento da Vigilância Epidemiológica, o plano elaborado para a mega-ação será realizar a cobertura das 35 mil residências no município.

Porém, a expectativa é que pelo menos 20 mil domicílios sejam vistoriados, principalmente nos bairros considerados de situação mais crítica, como nos bairros Jardim Linda Chaib, localizado na zona Leste e o Parque do Estado II, situado na zona Norte.

A Vigilância Epidemiológica (VE), além de já contar a participação de servidores públicos municipais, convida também a população a integrar-se a Mega-Ação regional de combate à Dengue.
A expectativa é que, somados funcionários e munícipes, o número desse “exército” chegue a 300 pessoas. Para tanto, na próxima quinta-feira, 28, haverá capacitação aos interessados que desejam participar do mutirão.


O encontro será realizado em dois horários optativos ao interessado: 14h e 19h, no Centro Cultural Professor “Lauro Monteiro de Carvalho e Silva”, localizado na Avenida Santo Antônio, 430, Centro. No dia 30, todas as pessoas estarão devidamente identificadas para a realização do trabalho social.

Por Marcelo Gotti

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top