Zona Azul prejudica munícipe na 'cara dura', reclama motorista

Assim que retornou de um chaveiro na Rua Conde de Parnaíba, Jacinto Cardoso, de 62 anos, foi surpreendido com uma multa da Zona Azul deixada no para-brisa de seu Fiat. A questão é que o motorista havia carregado mais de uma hora de créditos para poder estacionar. Como não encontrou nenhum funcionário da Zona Azul na rua, resolveu procurar a reportagem de A COMARCA para reclamar do acontecido.

Cardoso ficou indignado (Flávio Magalhães/A COMARCA)
“O munícipe está sendo lesado na cara dura! Só canetam e vão embora”, afirmou. Na companhia de Cardoso, A COMARCA esteve no local dos fatos momentos após a aplicação da multa, que de acordo com o aviso de cobrança deixado no para-brisa do automóvel, foi dada precisamente às 09:52 da manhã de quinta-feira, 21.

No local, ainda foi possível constatar o erro da Zona Azul. A multa fora claramente aplicada para a vaga número 04, como diz o aviso de cobrança. No entanto, o Fiat de Cardoso estava na vaga número 05. Por isso os créditos do motorista não foram levados em conta. Antes de procurar A COMARCA, o aposentado foi à sede da Zona Azul comunicar o erro, mas não foi levado a sério. “Julgaram que eu estava errado”, relatou.

Não satisfeito, Cardoso procurou o setor de trânsito da Prefeitura. Lá, foi orientado a esperar a cobrança da multa chegar para poder contestá-la no Poder Público. É exatamente como vai proceder. Até lá, o motorista ficará ainda mais de olho na Zona Azul. “Dá a entender que é um caça-níquel de multa”, finalizou.

Por Flávio Magalhães

1 comentários:

  1. isso e uma vergonha, ate hoje como cidadoa ainda não consigo entender qual e a utilidade da zona azul a não ser aplicar multas injustas e com fins revertidos a que ? bom entre outras essa e apenas mais uma que esta errado em nossa cidade .....

    ResponderExcluir

Scroll to top