Escolas do município já servem refeições próprias

A municipalização da merenda enfim saiu do papel. Desde quarta-feira, 17, com o retorno das aulas nas Escolas Municipais De Educação Básica (Emebs) as refeições servidas são de responsabilidade da própria Prefeitura, que desde o início do ano já vinha implantando esse sistema nas creches municipais.

Para testar a eficácia do novo sistema, a secretária de Educação Márcia Róttoli convidou os jornalistas de A COMARCA, O Popular, O Impacto e SEC TV para conferirem in loco a merenda servida nas unidades de ensino. As visitas foram surpresas, na quinta-feira, 18, em locais escolhidos na hora pelos repórteres.



A primeira visita foi na escola municipal “Alfredo Bérgamo” (Caic), na zona Leste, onde não havia carne para os alunos. Os pratos foram improvisados, sendo servido polenta com legumes em um dia e macarrão ao alho e óleo no outro. Segundo Márcia, houve uma falha na entrega dos produtos, ficando toda a carne na creche do Caic, que não repassou nada para a escola vizinha. A situação foi normalizada posteriormente.

Logo após, foi verificada a situação da Emeb “Geraldo Pinheiro”, no Linda Chaib, e na Emeb “Nelson Neves”, na Vila Dias. Em ambas as escolas, tudo transcorreu normalmente. Na ocasião, foi servido arroz, carne de cação e legumes para as crianças, além de uma maçã.

O único contratempo neste início de municipalização é a falta de merendeiras suficientes para o serviço. Um concurso foi aberto pela Secretaria de Educação, mas apenas 13 foram contratadas, sendo que uma desistiu e outra está de licença maternidade. Enquanto prepara um novo concurso, Márcia trabalha com funcionárias volante em algumas unidades de ensino.

Da Redação

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top