Após dias internado, músico mogimiriano não resiste e morre

O jovem Fabrício Aparecido Cípola, 26, que estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Mogi Guaçu, desde domingo, 10, faleceu na quarta-feira, 20, após ter passado por cirurgia e permanecido internado por dez dias.

O mogimiriano e guitarrista da banda Beijo de Hera, sofreu um acidente por volta das 3h34 da madrugada do domingo, 10, no quilômetro 171 da SP-340, no trevo de acesso à Mogi Guaçu.

Quando os policiais rodoviários, Edgard e Teodoro, chegaram ao local do acidente, depararam-se com o veículo GM Montana capotado e, o condutor estaria inconsciente. Rapidamente foi acionado o resgate e Fabrício foi levado à Santa Casa de Mogi Guaçu.

Devido à gravidade dos ferimentos na cabeça e no tórax, ele foi encaminhado ao Centro Cirúrgico da Santa Casa. O jovem permaneceu sedado e realizou inúmeros exames.

Na quarta-feira ele não resistiu e veio a falecer. A família do mogimiriano fez a doação dos órgãos. Devido a isso, o velório só ocorreu dois dias depois.

No momento do acidente, ele retornava para Mogi Mirim, após ter tocado em dois shows consecutivos e passado em uma casa noturna.


Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top