Alívio e emoção marcam entrega do Condomínio Terras do Mogi

Após idas e vindas, pessoas contempladas com um apartamento no condomínio residencial “Terras do Mogi” – um empreendimento com 300 apartamentos localizado no final da Avenida Expedito Quartiéri, zona leste da cidade – já estão em processo de mudança para sua nova moradia. Na manhã de ontem, foi feita a solenidade inaugural com a presença de poucas autoridades. Algo incomum para entregas deste tipo de empreendimento.

A grande estrela da solenidade inaugural acabou sendo o Prefeito Gustavo Stupp. Muito à vontade, discursou, realizou um exaustivo corpo a corpo com os futuros moradores, posou para fotos e ainda atendeu veículos de imprensa. Toda esta desenvoltura pode ser explicada pelo fato dele não concorrer à reeleição. A Legislação Eleitoral veda de forma explícita a presença de candidatos a cargos eletivos participando de forma ostensiva deste tipo de evento. Talvez até por isso mesmo, dos 17 vereadores do Legislativo Mogimiriano, apenas o vereador Waldemar Marcúrio Filho, o Ney (PROS) foi visto na cerimônia.

Stupp assinalou sua satisfação pelo fato do município ter dado significativo apoio ao empreendimento desde que ele foi anunciado em 2014, como mais uma das centenas de conjuntos habitacionais que teriam recursos assegurados pelo programa do Governo Federal, o “Minha Casa, Minha Vida”. Melhor ainda: contemplaria pessoas incluídas dentro da faixa 1, aquela com a menor prestação (algo em torno de R$ 40,00 na fase inicial) voltada para a população mais pobre. Stupp elogiou a equipe que desde o começo cuidou de selecionar as pessoas com o perfil indicado pelo programa, realizar o sorteio, fazer nova triagem e em consonância com o setor social do agente financeiro, a Caixa Econômica Federal (CEF) realizar todas as etapas preparatórias para que fosse permitida a entrega das chaves.


Interessante observar ainda que o clima político reinante no país fez com que nenhuma autoridade do governo federal prestigiasse o acontecimento.  Destaque somente para a presença do engenheiro Rodrigo Piva, representante da construtora BM Engenharia de Poços de Caldas (MG) que ergueu o empreendimento. “Estamos muito felizes com o desfecho da obra e queremos realizar outros empreendimentos na cidade”, disse.

Stupp por sua vez não se fez de rogado.  Destacou o fato do conjunto ter sido erguido contando com o lastro de uma rede de equipamentos sociais de apoio criada pela Prefeitura com creches, postos de saúde e escolas.Depois da parte formal, o prefeito visitou o apartamento do pedreiro Marcio Maldonado, morador no Jardim Santa Clara. Contou que estava na fila para ter a casa própria há 18 anos. Junto com a esposa Ana Cecília e as filhas Ana Júlia (15) e Sara (12) emocionou-se a ver a nova moradia. “Na segunda-feira espero já ter mudado”, disse.

A aposentada Rute Ramos de Souza, que teve paralisia infantil na infância também estava muito feliz. Ela morada num condomínio no Jardim Nazaré e também quer mudar-se logo. Foi instalada no primeiro piso, reservado a pessoas com problemas de locomoção. “Realizei um sonho”, definiu. Esta também foi a percepção de Ângela Patrícia de Souza, que integra o conselho do condomínio. Morou 22 anos no Parque das Laranjeiras e estava toda feliz ao lado das filhas Lais, Larissa, da neta Laura e do filho e Izaque. “Vamos nos mudar o mais breve possível”, pontuou.

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top