Pedágio está mais caro; confira novas tarifas

A Agência de Transportes do Estado de São Paulo (ARTESP) concedeu 9,32% de majoração nas tarifas praticadas por 144 praças de pedágio em todo o Estado de São Paulo que cobrem cerca de 6.500 quilômetros de rodovias em todo o Estado. O índice de reajuste aplicado foi de 9,32%, acompanhando variação do IPC-A (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo).

Com o reajuste, fica mais caro circular pelas rodovias da região. Na Praças de Pedágio administradas pela Intervias, na SP- 147 que liga Mogi Mirim a Itapira a tarifa foi de R$ 6,60 para R$ 7,20. Em Engenheiro Coelho passa a ser R$ 5,40; na SP – 191 entre Conchal e Araras, R$ 5,70. Nas praças mantidas pela Renovias, a de Jaguariúna( SP-340  Campinas/ Mogi) o novo preço é R$ 11,40. Na mesma rodovia, Praça de Estiva Gerbi, R$ 6,80 e na SP – 342 (Mogi Mirim/Pinhal) ,R$ 8,50.


ÔNIBUS
Com efeito, a Artesp autorizou também aumento nas tarifas de ônibus intermunicipais, que ficaram 9.56% mais caras. Na terça-feira, quando esteve visitando Itapira para participar de uma cerimônia de entrega de casas populares, o Governador Geraldo Alckmin (PSDB) disse para A COMARCA que não havia nenhuma fórmula para conceder um aumento menor, como fez em 2014 (ano dos protestos por causa da tarifa de ônibus) quando numa canetada ele concedeu reajuste menor do que o previsto em contrato. Ele falou que a tentativa de “readequação proposta” acabou esbarrando em ações judiciais que ainda hoje estão em análise pela Justiça e que por isso mesmo não haveria como patrocinar medida idêntica. “O problema maior é a inflação que chegou a encostar nos dois dígitos no período de revalidação tarifário”, observou.

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top