Polícia Civil coloca estuprador atrás das grades

Investigadores da Polícia Civil de Mogi Mirim prenderam na quinta-feira, 21, Antônio Marcos da Silva, 32 anos, ele foi reconhecido por uma vítima de estupro e acabou confessando o crime.

Os policiais civis chegaram ao criminoso após a vítima ter registrado o boletim de ocorrência e ter relatado detalhes da ação, assim como características do agressor.

Com informações detalhadas da vítima, deu-se início às investigações no dia seguinte ao crime, na terça-feira, 20, foram feitos levantamentos nos arquivos policiais de possíveis autores, assim como investidores passaram a diligenciar bairros da zona Norte, onde o crime aconteceu.

Populares também colaboraram com as investigações. Na quinta-feira, 22, quando os policiais seguiram para a casa do suspeito, na Rua Otaviano Chagas Miranda, no bairro Santa Luzia, depararam-se com o mesmo cambaleando nas proximidades de um bar.

Ele foi abordado e estava ferido. Os investigadores o detiveram e o encaminharam ao pronto socorro e, posteriormente, o mesmo foi levado à Delegacia de Polícia, onde a vítima o reconheceu. Ao ser indagado, ele confessou o crime. Sua prisão temporária foi expedida e o elemento segue preso. Antônio Marcos já esteve preso por roubo e estupro.

Após ter sido detido, os policiais seguiram em diligencia e foram até a casa da mãe do criminoso no bairro Floresta, na tentativa de recuperar os cheques roubados da vítima no dia do estupro. Porém, estes haviam sido queimados. A faca utilizada para render a vítima foi apreendida.


O CRIME
Um elemento armado com uma faca rendeu uma mulher na noite da segunda-feira, 18, abusando sexualmente da mesma e agredindo-a violentamente. O crime aconteceu por volta das 21h30, após a vítima ter saído de uma missa, na zona Norte da cidade.

O caso segue em sigilo e o autor foi preso pela Polícia Civil na quinta-feira, 21. A reportagem de A COMARCA conseguiu obter algumas informações com exclusividade. 

Segundo informações, a vítima deixou a missa e seguiu até o veículo. Quando abria a porta, foi dominada pelas costas. O autor a ameaçava com uma faca.
O criminoso obrigou a vítima a entrar no carro com ele e dirigir até a Rua da Biquinha. Neste local, ameaçando e agredindo a vítima violentamente, ele a estuprou.

Após o crime, o criminoso, identificado como sendo Antônio Marcos da Silva, ordenou para que a vítima o levasse até o local onde foi abordada. Lá antes de descer do carro, ele roubou o talão de cheques da vítima e fugiu. 

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top