Ricardo Brandão e Maria Helena estudam união

A proposta de união entre os partidos de oposição ao ex-prefeito Carlos Nelson Bueno (PSDB) e ao atual, Gustavo Stupp (PDT) ganhou novos capítulos. Em uma reunião realizada na noite de quinta-feira, 07, com representantes de oito partidos foi colocada em pauta uma sugestão que uniria Ricardo Brandão (PMDB) e Maria Helena Scudeler de Barros (PSB) em uma só chapa.

A reportagem de A COMARCA confirmou detalhes dessa reunião a partir de fontes que estiveram presentes na ocasião, mas que preferiram não ser identificadas. A surpresa da noite foi quando a vereadora Maria Helena afirmou que abriria mão de sua pré-candidatura a prefeita caso a coalisão prosperasse para o pleito de outubro. De imediato, seu nome foi indicado como vice de Brandão.

Tal proposta foi feita abertamente, diante dos representantes de PMDB, PSB, PT, PV, PTB, PEN, PSDC e DEM. O PRP, que sustenta a pré-candidatura do Coronel Vanderlei Oliveira a prefeito, informou com antecedência que não participaria dessa reunião e já é considerado virtualmente fora de uma possível coalizão.

Maria Helena admitiu possibilidade de abrir mão de candidatura própria em prol de uma união

A união de PSB e aliados com o PMDB pode deslocar o PT. Durante essa semana, foi levantada a hipótese do petista Ernani Gragnanello ser o vice-prefeito da chapa de Maria Helena. Agora, com Ricardo Brandão na aliança, o PT cogita não fazer parte dessa possível coalizão e lançar candidatura própria. Alguns mediadores sugeriram que Ernani se candidate ao Legislativo, mas o petista ainda é resistente à ideia.

Para que a união entre Ricardo Brandão e Maria Helena avance, será necessário que PMDB, PSB e aliados afinem seus planos de governo. É exatamente isso que será colocado em pauta nas próximas reuniões. O grupo político do ex-prefeito Paulo Silva não deve abrir mão de alguns quesitos. Inclusive, a união com Brandão será levada aos demais membros da sigla socialista, que ainda não sabem o resultado da reunião de quinta.

Um interlocutor confidenciou à reportagem de A COMARCA que a chance das conversas resultarem numa chapa que tenha Ricardo Brandão prefeito e Maria Helena vice é considerável, mas também pode não dar em nada. “Não tem nada certo, por enquanto”, admitiu.

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top