Missionários estrangeiros visitam em Mogi

Um grupo de missionários estrangeiros da igreja Casa do Oleiro esteve em Mogi Mirim nas últimas duas semanas realizando trabalhos de evangelização. Vindos de Estados Unidos e Quênia, eles se juntaram aos fiéis daqui e de Mogi Guaçu, além de outros vindos do Paraná e do Nordeste, na realização de ações pela cidade.

Eles estiveram no escritório do jornal A COMARCA na última quarta-feira, 27, para contar detalhes dessas ações, que compõem o denominado Reach Brazil 2016, e quais foram suas impressões sobre o povo mogimiriano. “O que mais me tocou foi a hospitalidade do povo brasileiro e também a oportunidade de conhecer muitas pessoas nas ruas e ver que todos têm muita vontade de receber Jesus”, relatou o pastor John Kimaiyo, do Quênia, que veio ao Brasil pela primeira vez.

A receptividade do brasileiro é, de longe, o relato mais marcante de todos os entrangeiros entrevistados por A COMARCA. Para o presidente do Ministério Internacional da Casa do Oleiro, o pastor mogimiriano Antonio Carlos Cerrutti Bernardes de Oliveira, isso se deve porque o brasileiro se agarra na fé em momentos de adversidade. “Quando não se tem esperança, Cristo se torna a esperança”, resumiu.

O vice-presidente do Ministério Internacional, pastor Kevin Harrison, descreveu o mesmo sentimento sobre a população brasileira. “Tenho sido abençoado por estar em 48 países e essa abertura que existe no Brasil existe em poucos países”, garantiu o missionário, que esteve no Brasil pela primeira vez em 1999 e já conhece boa parte dos estados brasileiros. Presente aqui, nos Estados Unidos e no Quênia, a Casa do Oleiro também está instalada nas Filipinas, na Índia, no Japão, em Marrocos, na Rússia, na Ucrânia, em Uganda, no Paquistão e em Zâmbia.


AÇÕES
“Amo o Brasil, as pessoas têm um coração aberto”, relatou a norte-americana Charlene Wright, que está em missão no Brasil pela segunda vez e que pretende retornar em outras oportunidades. “É difícil escolher, mas o que mais me tocou foi o projeto com as crianças”, disse, em referência ao evento Criança Feliz.

Realizado na manhã do último domingo, 17, no Jardim Flamboyant, a ação contou com a participação de mais de 300 crianças e envolveu os voluntários da Casa do Oleiro na organização. Houve distribuição de pipoca e algodão doce, além de brincadeiras com brinquedos infláveis, pintura e trenzinho. Ação semelhante foi realizada dois dias depois, para as crianças do Projeto Maguila, no Parque das Laranjeiras.


Na manhã de quarta, 27, os missionários visitaram o Centro de Restauração Orebe, dedicado a tratar 80 indivíduos dependentes químicos com o objetivo de reintroduzi-los na sociedade. Na ocasião foi realizado um culto com participação dos norte-americanos e quenianos.

O encerramento oficial do Reach Brazil 2016 foi no sábado, no Ginásio do Furno, na vizinha Mogi Guaçu. O evento ocorreu durante a Marcha Para Jesus, realizada pelo Conselho de Pastores Evangélicos de Mogi Guaçu, e contou com show da cantora gospel Gabriela Rocha.

Já na segunda-feira, 01, os missionários estrangeiros retornaram a seus países. Mas com a certeza de que podem voltar. “Amo o Brasil, Jesus me mandou aqui”, declarou a norte-americana Blanca Brown, no país pela quarta vez. “Cada ano é diferente, é mais lindo, uma coisa de Deus”, descreveu. “Na hora de voltar, vou chorar, porque o Brasil está no meu coração”, encerrou.

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top