“Taxa extra” na conta de luz causa revolta

Uma “taxa extra” cobrada junto a Contribuição de Iluminação Pública (CIP) nas contas de energia elétrica dos mogimirianos vem causando revolta, principalmente nas redes sociais, onde os consumidores estão tornando público o seu descontentamento e indignação.

“Adianta o que economizar?”, questionou um consumidor. “Meu caso é pior, que nem iluminação na frente da minha casa eu tenho!”, desabafou outra. As reclamações foram motivadas pela cobrança de valores a mais na conta, geralmente de R$ 5 a R$ 8.


Em alguns casos, porém, a “taxa extra” superou o próprio valor da CIP. “Só este mês veio R$ 13 de taxa (CIP) e mais R$ 23 de outros meses que não cobraram e acumulou. Numa conta de R$ 82, só de taxa deu quase 44% da conta. Um absurdo!”, reclamou uma consumidora.

A reportagem de A COMARCA buscou informações junto a Elektro. A concessionária se limitou a explicar que a referida “taxa extra” é, na verdade, o reajuste inflacionário da CIP que não foi cobrado anteriormente. Essa diferença veio agora, em parcela única.

Essa correção refere-se a aplicação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top