Mogi Mirim fecha parceria com Grupo Chinês

O Mogi Mirim Esporte Clube fechou na última terça-feira, 20, uma parceria de cinco anos com o grupo chinês BTS (Brasil Top Skill). A corporação é presidida por Eder Ferreira, ex-jogador do Mogi Mirim na época do carrossel caipira. A instituição chinesa irá cuidar das categorias de base do clube nesse período. “Queremos fortalecer o clube e fazer uma gestão parecida com a do seu Wilson Fernandes de Barros”, destacou.

Willians Mendes, que já trabalhou em equipes da região e do futebol asiático foi apresentado como Diretor Geral, junto com André de Oliveira, que assume o posto de Coordenador Geral.

A prioridade do Grupo BTS em primeiro instante está relacionada à reforma dos alojamentos, refeitório, lavanderia, vestiários, departamento médico e os Centros de Treinamento de Limeira e Mogi Guaçu para oferecer melhor estrutura para os atletas das equipes sub 11, 13, 15, 17 e 20, que serão formados nesse período pelo clube. Todas as despesas serão custeadas pelo grupo chinês. “A prioridade é formar jogador”, enfatizou Willians que prevê uma gestão séria e transparente.

Atualmente o Mogi Mirim conta apenas com a categoria SUB 20 ativa. O grupo BTS assume a equipe sub 20 do Sapão apenas após o final da Taça São Paulo de 2017, nesse intervalo as atividades serão exclusivamente de reponsabilidade do Clube.

Enquanto isso, uma equipe de profissionais capacitados ficará responsável por garimpar novos talentos para as outras categorias que serão implementadas no clube, com uma média de 30 jogadores por categoria. No sub 11 e 13 os atletas da região da Baixa Mogiana terão prioridade. “Temos avaliações marcadas para Porto Alegre, Recife e Cuiabá”, mencionou Willians.

Todas s categorias estrão interligadas, mantendo um mesmo padrão de jogo para facilitar a transição do jogador. “O que for inserido no sub 20 vai ser no sub 11, assim a transição de categorias fica mais fácil”, argumentou o Diretor.

A respeito da transição em futuras negociações de atletas revelados nesse período, Willians deixou claro que o Mogi Mirim e o Grupo BTS terão os lucros divididos em porcentagens estabelecidas em contrato.

O Grupo Chinês ainda pretende inserir um projeto social no município, implementando escolinhas de futebol gratuitas em Mogi Mirim. “Acho importante fazer o projeto social em todos os bairros da cidade. Queremos atingir toda a população e vamos implantar várias escolinhas do “Sapinho” para valorizar nossas crianças”, concluiu o Diretor.


1 comentários:

  1. Gostaria de deixar aqui informações sobre a "peneira" deste clube.
    Ao entrar na pagina você irá ler a informação de 5 dias de peneira na categoria indicada pelo valor de R$ 400,00.
    Essa "peneira" nada mais é que 01 treinamento por dia com o time já existente, quando há treinamento.
    Deixei meu sobrinho lá ontem dia 06/03 com a promessa de avaliação, há dois dias no alojamento no clube, nenhum tipo de avaliação aconteceu.
    Os horarios não são respeitados, fazendo com que os garotos pecam os onibus e passem o dia todo no alojamento do clube sem nenhuma avaliação.
    Os garatos são bem tratados, pois alimentação e hospedagem, existe e é de boa qualidade, mas os responsaveis, em especial o Rodrigo, é uma pessoa grossa, dissimulada e que não sabe lhe dar com os responsaveis.
    Se fosse algo apenas acontecendo com o meu sobrinho, falaria que o erro era do moleque, mas deixei ele em um clube com responsaveis, mas esses não estão entregando o que propuzeram.
    Deixo aqui minha idignação e dicas para os próximos interessados. Pensem bem antes de proporem-se a essa péssima experiência.

    ResponderExcluir

Scroll to top