Polícia investiga morte na pedreira do Jardim Patrícia

A morte do jovem Paulo Augusto Pugina, 27 anos, ocorrida na quinta-feira, 29, está sendo investigada pela Polícia Civil.

Segundo consta, por volta das 9h30 da manhã, policiais civis foram acionados por dois funcionários de uma construtora que teriam visto uma moto, a princípio abandonada, às margens da pedreira, no Jardim Patrícia.

Os dois trabalhadores contaram que, por volta das 8h da manhã, chegaram para trabalhar quando avistaram a moto. Eles foram até o local para verificar e viram um rapaz nas proximidades das margens da pedreira. “Ele aparentava estar bêbado e nem conseguia ficar de pé”, relatou um dos funcionários.

Segundo ainda as declarações aos policiais, que estiveram no local, o rapaz parecia estar chateado, chegando a dizer que queria morrer. Os dois colegas o arrastaram próximo à margem e deixado o local para pedir ajuda.

Ao voltarem após 10 minutos, não encontraram mais o rapaz e, ao olharem para dentro da pedreira, viram sapatos, acreditando que o mesmo tenha pulado.

Unidades de Resgate foram acionadas e, com o apoio de mergulhadores do Bombeiro de Mogi Guaçu, iniciaram-se as buscas. Às 15h de ontem, 29, o corpo foi localizado.



Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top