UBSs oferecem vacina contra Febre Amarela

A Prefeitura de Mogi Mirim confirmou que todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município possuem vacinas contra a Febre Amarela. No entanto, a Secretaria Municipal de Saúde recomenda a vacinação principalmente para moradores da área rural ou que irão viajar para áreas de risco.

Na Zona Rural, será realizado um trabalho intensivo nos dias 18 de fevereiro e 04 de março, das 08h às 17h.  Contudo, já há uma campanha frequente de prevenção e vacinas disponíveis nos PSF Pederneira, PSF Córrego Azul, PSF Piteiras e PSF Vergel.

São poucas as restrições para a vacina contra a Febre Amarela. Apenas as crianças menores de 09 meses, pessoas imunodeprimidas e pessoas com mais de 60 anos necessitam de uma avaliação prévia, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde.

O Governo do Estado de São Paulo classificou como áreas de risco as regiões de Jales, Barretos, Franca, São José do Rio Preto e Ribeirão Preto. O risco é menor nas regiões de Araçatuba, Araraquara, Bauru e São João da Boa Vista.

Mosquito Aedes também transmite Febre Amarela

O Estado de São Paulo confirmou, desde o início deste ano, três mortes por Febre Amarela, nas cidades de Américo Brasiliense, Batatais (ambos autóctones, adquiridas no próprio estado) e Santana do Parnaíba (caso importado, pois, a vítima havia viajado para Minas Gerais).

Outras três mortes, que estão sendo investigadas pela secretaria, de pessoas que voltaram de Minas Gerais com sintomas da doença, também podem ter ocorrido por Febre Amarela. Além desses óbitos, existem sete pacientes em todo o estado com suspeita de terem contraído a doença.

No final do ano passado, um homem de 52 anos morreu em Ribeirão Preto com diagnóstico confirmado de Febre Amarela. Ele morava próximo a uma região de mata, onde vivem macacos hospedeiros do vírus. A suspeita é que espécies silvestres do mosquito Aedes aegypti, que transmite a doença, possam ter infectado a vítima.

Por isso as autoridades em Saúde recomendam a imediata comunicação ao Poder Público em caso de morte de macacos, uma vez que isso pode ser um indicativo da propagação da doença.

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top