Mogi volta para a zona de rebaixamento

O Mogi Mirim Esporte Clube (MMEC) está novamente no grupo dos piores times do Campeonato Paulista da Série A2. A sequência de duas vitórias consecutivas na semana passada foi interrompida no último domingo, 19, quando o Sapo foi derrotado pela Portuguesa.

O jogo pela sexta rodada do Paulista da Série A2 foi disputado no Estádio “Anacleto Campanella”, em São Caetano do Sul, uma vez que o Canindé – casa da Lusa – foi alugado no último final de semana para uma festa de Carnaval. A Portuguesa venceu o Mogi Mirim pelo placar de 3 a 2.

Os gols do Sapão da Mogiana foram anotados pelo atacante Miguel, de pênalti, aos 39 minutos do primeiro tempo, e Elielton, aos 23 minutos da etapa complementar. Com o resultado adverso, o Mogi Mirim caiu para a 16ª colocação com seis pontos somados.

Marcelo Gotti /MMEC

O JOGO
Com apenas três minutos de bola rolando a Portuguesa abriu no placar. Em seu primeiro lance no campo ofensivo, Luizinho recebeu da direita, ajeitou o corpo e mandou no canto de Pablo, que se esticou, mas não conseguiu evitar o gol.

A Portuguesa ampliou pouco tempo depois, aos 25 minutos. Luizinho roubou a bola da marcação pelo lado esquerdo, levou até a entrada da grande área, driblou o marcador e só rolou para Adilson. O atacante dominou, escolheu o canto e bateu de chapa, para vencer mais uma vez o goleiro Pablo.

Ainda no primeiro tempo, o gol do Sapo saiu em lance de bola parada. Levantamento em direção a grande área e a bola explodiu no braço da marcação da Lusa. O árbitro não titubeou e assinalou a penalidade máxima. Na cobrança, Miguel escolheu o canto, deslocou Ricardo Berna e bateu firme no lado esquerdo aos 39 minutos.

Antes do final do primeiro tempo, o técnico Marcelo Veiga reclamou de um pênalti, quando Vinícius derrubou o próprio Miguel com um puxão na camisa, mas a arbitragem nada marcou.

E assim que a bola rolou para o segundo tempo, o Mogi Mirim já poderia ter empatado no “Anacleto Campanella”. De novo numa bola alçada na grande área, Régis desviou de cabeça e conseguiu tirar do goleiro Ricardo Berna. Ela atravessou a pequena área em direção a linha de fundo, mas antes Dedé se esticou todo para tentar desviar, mas não conseguiu chegar a tempo.

Quando o time da Portuguesa tomava pressão, Luizinho dominou na intermediária, carregou até a meia lua e encheu o pé. Pablo se atirou na bola, mas ela morreu no ângulo esquerdo, sem a menor chance para o goleiro.

O gol não diminuiu o ímpeto do Mogi Mirim, que seguiu pressionando em busca de mais um tento. Na jogada mais recorrente da partida, o Mogi levantou a bola e Ricardo Berna saiu debaixo das traves para afastar o perigo, mas acabou deixando com Elivelton, que aproveitou o rebate para diminuir a vantagem da Portuguesa.

A partir daí só deu Sapão da Mogiana, que tentou de todas as formas encontrar o empate. Na melhor oportunidade, Edinho pegou de primeira, com a bola ainda no alto, e mandou no cantinho, mas o goleiro espalmou para a linha de fundo.

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top