Mulher reage a assalto, agride ladrão e recupera objetos roubados

Uma mulher de 40 anos foi assaltada no início da madrugada de domingo, 05, quando caminhava em companhia de uma amiga pela região central. Após ter seus bens arrancados por um dos bandidos, resolveu ir atrás dos criminosos, chegando a agredir um deles e recuperar os objetos.

A vítima contou à polícia que no início da madrugada, caminhava com uma amiga pela Rua José Alves, nas proximidades da Prefeitura, quando foram abordadas por dois elementos que as ameaçaram de agressão e, agindo com violência, ordenaram para que entregassem ad chaves do veículo.
Quando a vítima informou que não possuía carro, um dos criminosos arrancou a bolsa e correu sentido a Praça Rui Barbosa.

Quando a vítima caiu em si e percebeu que o criminoso havia roubado os seus documentos e o celular, furiosa correu atrás dos elementos. Populares indicaram que os mesmos teriam ido em direção ao um veículo GM Celta, que estava estacionado na praça.

A vítima localizou o veículo e foi em direção, abrindo a porta do lado do motorista e arrancando o ocupante, que a teria assaltado momentos antes, pelo colarinho.

Ela exigiu o celular de volta e chegou a visualizar em cima do banco traseiro do carro a carteira de documentos. O comparsa, que estava no passageiro, desceu do Celta, colocando em cima do carro, o aparelho da vítima e da amiga, fugindo.

Em seguida, o pai da vítima chegou e exigiu os objetos roubados da filha. O criminoso partiu para cima da vítima. O pai, para defendê-la, entrou na briga.

Enquanto acontecia a confusão, populares acionaram a polícia. Ao conseguir se desvencilhar, o criminoso entrou novamente no Celta, na tentativa de fugir, porém, o veículo do pai da vítima o “prendia” no local. Foi quando ele ameaçou bater no carro, obrigado o homem a tirar o veículo e liberar sua saída.

LOCALIZADO

Após o registro do crime, policiais civis, de posse das características, iniciaram as investigações e prenderam um elemento de 21 anos, morador do condomínio Terras do Mogi, zona Leste. Ele foi encaminhado à delegacia na quarta-feira, 08, e teria negado o crime. As duas mulheres e o pai de uma delas reconheceu o mesmo como um dos autores. Ele foi ouvido e, após ser indiciado, foi liberado, já que não estava em flagrante.



Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top