Creche é vandalizada duas vezes na mesma semana

O Centro de Educação Municipal da Primeira Infância (Cempi) “Pedagoga Géssia Cristina Cruz Mazon”, no Jardim Paulista, zona Norte de Mogi Mirim, foi invadido duas vezes somente nessa semana, sofrendo com a ação de vândalos que reviraram o local, afetando o atendimento às crianças.

A primeira invasão foi percebida na manhã de segunda-feira, 13, quando a Guarda Civil Municipal foi acionada. Em averiguação no local, foi constatado que, provavelmente durante o final de semana, os vândalos pularam o alambrado e arrombaram quatro portas da creche.

Na cozinha, vários objetos foram danificados, como colheres, copos, garfos e pratos. Brinquedos e rolos de papel higiênico foram espalhados por todo o prédio. As paredes foram sujas de tinta. Nada foi furtado.

Uma nova invasão foi constatada na manhã de quarta-feira, 15. Acionada ao local, a GCM averiguou que a sala do berçário foi arrombada, provavelmente de madrugada, e diversos materiais infantis de uso escolar foram espalhados pelo local. Novamente, nada foi furtado da creche.

A Secretaria de Suprimentos e Qualidade iniciou nesse mesmo dia os trâmites para a aquisição emergencial de sistema de monitoramento para a creche do Jardim Paulista. No local são atendidas 164 crianças na faixa etária de 4 meses a 3 anos e 11 meses da zona Norte.

A contratação emergencial atende a solicitação da Secretaria de Educação. O objetivo é garantir segurança ao patrimônio público, sobretudo a população beneficiada com a prestação do serviço público realizada pela unidade de ensino.

No mesmo sentido, a Secretaria de Segurança Pública também tomou providências. A decisão foi o remanejamento de vigias enquanto o monitoramento não chega. De acordo com o secretário Thiago Toledo, o local não ficará desguarnecido. As alterações foram estudadas a fim de que os demais prédios mantivessem vigilância.



Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top