Força-tarefa da Prefeitura recolheu 198 m³ de lixo

No último sábado, 25, os bairros localizados nas regiões do Aterrado e Santa Cruz foram beneficiados com a Operação “Mosquito Zero”. Desde às 08 horas, organizados em equipes, cerca de 100 funcionários em companhia de diversos secretários municipais realizaram os serviços nas ruas dos bairros em duas frentes: ao passo que alguns visitavam as residências e transmitiam informações sobre a importância da prevenção do mosquito Aedes aegypti, outros já recolhiam os materiais descartados e já disponibilizados nas calçadas.

“É um trabalho conjunto entre o Poder Público e a população, além do que, devemos considerar como a fortificação de um elo com os munícipes, já que essa proximidade garante a transmissão de uma mensagem: precisamos combater a dengue de maneira contínua”, enfatizou a secretária de Saúde, Rose Silva.

O trabalho envolveu a população durante todo o dia e foi encerrado apenas às 17h. “Já realizamos essa ação em Martim Francisco, agora estamos atuando nessas duas regiões, Aterrado e Santa Cruz, e devemos espalhar o valor da conscientização para a população nos demais bairros em outras ações”, explicou o secretário de Governo, Danilo Zinetti.

A mobilização foi resultado de parceria entre diversas secretarias municipais a fim de serem disponibilizados equipamentos, máquinas e a quantidade de servidores necessários para a ação. Foram utilizados nove caminhões no recolhimento de possíveis criadouros do mosquito responsável pela transmissão da Dengue, Zika e Chikingunya.

“Ocorreu um envolvimento maior da população que percebendo a eficácia das ações receberam os agentes e permitiriam a entrada nas casas. Isso é fundamental”, ponderou a vice-prefeita, Dra. Lúcia Tenório.

Ao final da operação, as Pastas apresentaram o resultado. Foram 41 viagens de caminhões, totalizando 198 metros cúbicos. Especificamente, 80 m³ foram de galhos e resíduos de podas de jardim, bem como 36 m³ de resíduos de construção civil. Já 47 m³ foram de sofás, armários e colchões e 35 m³ de lixo.



Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top