Prefeitura e Santa Casa pedem ajuda ao ministro da Saúde

Da Redação

O prefeito Carlos Nelson Bueno (PSDB) esteve na última quarta-feira, 26, em Brasília com o provedor da Santa Casa de Misericórdia de Mogi Mirim, Milton Bonatti, para uma audiência com o ministro da Saúde, Ricardo Barros. A reunião foi viabilizada pelo deputado federal Fausto Pinato (PP) e acompanhada pelo deputado estadual Barros Munhoz (PSDB)

Juntas, Prefeitura e Santa Casa apresentaram ao ministro a situação financeira do hospital e solicitaram ajuda para sanar a dívida milionária que a entidade tem com bancos e fornecedores, bem como dar continuidade aos serviços oferecidos à população.

Segundo o provedor da Santa Casa, o ministro foi muito solícito e entendeu a situação de emergência pela qual passa o hospital. “Entregamos os balancetes financeiros ao ministro Ricardo Barros e ao deputado federal Fausto Pinato para que eles entendessem nossa situação e que estamos dispostos a pagar o que devemos, mas precisamos de um fôlego inicial”, afirmou Bonatti.

Um dos principais objetivos do provedor é justamente obter um refinanciamento das dívidas junto à Caixa Econômica Federal, hoje da ordem de R$ 18 milhões, obtendo um aporte para manutenção das atividades do hospital, com uma carência de dois anos para início dos pagamentos. “Só assim conseguiremos dar continuidade aos trabalhos e estruturar a Santa Casa para que ofereça os serviços que a população precisa”, comentou Bonatti.

O ministro mostrou-se sensibilizado com a situação e indicou à direção da Caixa Econômica Federal que avalie a possibilidade. Milton Bonatti fez questão de frisar que somente com a ação conjunta entre a Santa Casa e Prefeitura de Mogi Mirim foi possível obter uma audiência no Ministério da Saúde em curto espaço de tempo, para que fosse aberta uma possibilidade de negociação da dívida. “Sem a ajuda do Carlos Nelson nada disso seria possível. Vivemos um momento importante de parceria entre Santa Casa e Prefeitura e a população só tem a ganhar”. Bonatti ressaltou que a Santa Casa passa por uma nova gestão, na qual a economia é fundamental e necessária, inclusive com corte de pessoal.

Para o prefeito Carlos Nelson, a audiência com o ministro foi muito positiva porque abre uma possibilidade de negociação da dívida da Santa Casa para que a saúde da cidade como um todo seja beneficiada. “Fui exclusivamente para conversar com o ministro Ricardo Barros sobre a situação difícil pela qual passa a Santa Casa e pedir ajuda. Estou sempre à disposição do Milton no que ele precisar para que a Santa Casa volte a caminhar e cumprir sua importante função na cidade”, afirmou o prefeito.



Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top