Multidão acompanha missa de Corpus Christi

Por Flávio Magalhães

A comunidade católica de Mogi Mirim celebrou unida na manhã da última quinta-feira, 15, o dia de Corpus Christi, oportunidade em que solenemente a Igreja comemora o chamado Santíssimo Sacramento da Eucaristia.

A programação foi realizada em conjunto entre as sete paróquias da cidade (São José, Santa Cruz, São Benedito, Senhor Bom Jesus, Imaculada Conceição, São Joaquim e Sant’ana e São Pedro), que optaram por uma missa única, que teve início logo às 08 horas da manhã.

As baixas temperaturas registradas em Mogi Mirim desde de o final de semana passado não espantaram os fiéis, que compareceram em peso na Praça Duque de Caxias, em frente à Igreja de São Benedito, para acompanhar a missa campal realizada pelo bispo da diocese de Amparo, Dom Luiz Gonzaga Fechio.

Dom Luiz Gonzaga presidiu a missa acompanhado dos sacerdotes da diocese
Os católicos também abraçaram a causa do movimento em solidariedade à Santa Casa de Misericórdia. Diversos donativos foram arrecadados em prol do hospital, a partir de um pedido conjunto dos sacerdotes para que os fiéis doassem gêneros alimentícios e produtos de limpeza. Entre os produtos objeto de doação estavam leite, bolacha água e sal, bolacha de amido, gelatina, pó de café, amido de milho, chá, detergente e água sanitária.

Com a benção de Dom Luiz Gonzaga e dos padres Nelson, Charles, André, Alexandre e Francisco, além dos freis Cristiano, Paulo e França, a comunhão foi dada ao numeroso público presente na Praça Duque de Caxias. Em seguida, o Santíssimo Sacramento da Eucaristia seguiu em procissão pelas ruas centrais.

De acordo com a tradição católica, a data de Corpus Christi é a única em que o Santíssimo sai das igrejas para a procissão. Uma corrente de orações e de cantos de louvor se formou pelas principais vias de Mogi Mirim, pelo Jardim Velho, até chegar na Praça Rui Barbosa, onde outras centenas de fiéis aguardavam o cortejo religioso.

O Santíssimo foi colocado em um altar preparado nas escadarias da Igreja Matriz de São José. No chão da praça era possível notar o resquício de uma tradição católica que há muito não se via em Mogi Mirim: os tapetes coloridos, feitos de serragem e flores. Já no final da manhã, Dom Luiz Gonzaga deu a benção final aos fiéis, encerrando a celebração.

Encerramento da celebração se deu nas escadarias da Igreja Matriz de São José

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top