Revitalização do Lavapés tem pontapé inicial

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Mogi Mirim (Acimm), Sidney Coser, deverá apresentar em breve um projeto detalhado para a revitalização e a terceirização do complexo do Lavapés ao prefeito Carlos Nelson Bueno (PSDB). No mês de junho, Coser e o chefe do executivo municipal tiveram uma reunião com a presença de alguns vereadores para discutir o assunto.

O encontro foi agendado pelo vereador Cristiano Gaioto (PP), autor do projeto que trata da exploração do local, viabilizando o resgate da área. Outros vereadores que também assinaram a propositura, como foi o caso de Marcos Antonio Franco, o Marcos Gaúcho (PSB), e Sônia Módena (PP) também participaram do encontro.

O prefeito lembrou a Coser que quer analisar bastante a proposta e quer o aval da Câmara para qualquer iniciativa que tenha de tomar nesse sentido. Ele concorda que o Lavapés é o principal ponto da cidade e merece toda a atenção, mas antes é preciso se cercar de todas as garantias, quando o assunto é uma autorização para terceiros tomarem conta.

O chefe do Executivo enalteceu a preocupação dos vereadores e quer o máximo envolvimento de todos na busca por uma solução que contemple aquela área. Já o diretor da Acimm, Luiz Antonio Guarnieri, o Luizinho, acredita que, se a cidade resgatar o “Zerão”, até os restaurantes da cidade ganharão com isso. Em entrevista recente com proprietários de restaurantes da cidade, um dos pontos levantados foi a conclusão de que a falta de lazer na cidade afugenta os consumidores de outras cidades.

Coser lembrou ao prefeito que a Acimm quer ser a interlocutora do município junto à iniciativa privada pela melhoria do Lavapés. Também revelou, na ocasião, que algumas negociações já estão com as tratativas bem avançadas, e que já há até sinal verde de alguns empresários em ajudar no resgate do local. “O próximo passo é apresentar um projeto com zoneamento daquela região para que o prefeito entenda o que pretendemos”, disse.

Na ocasião, o presidente da Acimm revelou que a análise da água e o contato com a empresa que poderá explorar os pedalinhos naquele lago já foram vistos e uma vez autorizada será colocada em prática. No começo deste ano, uma reunião ampla foi realizada na Acimm para discutir o assunto. A análise da água do lago é o primeiro ponto a ser observado, pois, dependendo do grau de poluição, a exploração dos pedalinhos será descartada. “Temos pleno conhecimento da situação e estamos trabalhando com os pés no chão”, advertiu.

Representantes da Acimm se reuniram com prefeito e vereadores para debater a questão

TÉCNICO
Nos próximos dias, uma equipe técnica deverá se reunir para concluir o projeto solicitado pelo prefeito e iniciar um ciclo de discussões acerca do assunto. Momentaneamente, a Prefeitura não possui condições de promover qualquer benfeitoria na região do Lavapés. Ainda assim, o entorno da lâmina d’água é uma das mais frequentadas por famílias e praticantes de ciclismo e pedestrianismo aos finais de tarde.

HORTO
Durante o encontro com representantes da Acimm, o prefeito Carlos Nelson chegou a oferecer uma parceria para administrar o Horto Florestal e o próprio zoológico, a fim de proporcionar mais lazer aos mogimirianos.

Na ocasião o presidente da Acimm não descartou a possibilidade de auxiliar na busca por parcerias junto a iniciativa privada, mas disse que antes quer viabilizar a revitalização do Lavapés, já que manteve muitos contatos com empresas da cidade. “Quero ser um interlocutor e auxiliar o desenvolvimento da cidade, o que significa o desenvolvimento do comércio também”, apontou.

Coser revelou que tanto o horto quanto o próprio zoológico merecem atenção especial da população, pois numa cidade carente de lazer, uma área como aquela pode se transformar num polo onde famílias inteiras podem se divertir aos finais de semana. O prefeito e o presidente da Acimm devem retomar o assunto em breve.

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top