Fênix assume transporte coletivo urbano

A Expresso Viação Fênix será a nova responsável pelo transporte coletivo urbano de Mogi Mirim. O contrato de concessão foi assinado na segunda-feira, 18, depois que a Prefeitura concedeu a anuência para que a empresa passe a explorar o serviço por meio de um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta). O período de concessão do serviço é de cinco anos, podendo ser prorrogado por igual período. O acordo depende do registro do contrato e do TAC na junta comercial para entrar em vigor.

Desde que assumiu o controle societário da Santa Cruz Transportes Ltda, a Fênix aguardava a manifestação da Prefeitura para assumir o serviço de transporte urbano coletivo. A anuência foi concedida após o atendimento às solicitações e ajustes determinados pelo prefeito Carlos Nelson Bueno (PSDB).

O TAC prevê, por exemplo, a reprogramação dos itinerários e horários em toda cidade em até 45 dias, com atenção especial em relação a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Zona Leste até a Santa Casa. Neste caso, o prazo concedido foi de até 20 dias. Também está prevista o investimento na frota, de modo que a idade média dos veículos passe a ser de dois anos e meio, com a idade máxima de cinco anos, assegurando que no prazo de 100 dias haverá necessariamente a renovação de metade da frota por veículos novos.

A Prefeitura também solicitou investimento da empresa em tecnologia, com implantação de moderno sistema de bilhetagem eletrônica, com reconhecimento biométrico de usuários. A proposta é iniciar o cadastramento biométrico em 30 dias. Investimento em pessoal, o que inclui capacitação de funcionários, especialmente motoristas e cobradores, num prazo de 60 dias, e garantia contratual atualizada no prazo máximo de 20 dias, também foram inseridos no TAC.

O descumprimento de qualquer um dos pontos ajustados, ainda que se refira aos prazos concedidos, resultará na interrupção da concessão, além da aplicação de penalidades contratuais. Carlos Nelson fez questão de afirmar trata-se de uma oportunidade dada à empresa para mostrar a qualidade de seus serviços.
“Temos muitas reclamações da população e não seremos condescendentes como na gestão passada. A empresa já foi notificada em todos os quesitos apresentados nesse TAC. Queremos respostas rápidas e não haverá outra chance”, advertiu o prefeito ao diretor da Fênix, Victor Hugo Chedid, durante a assinatura do contrato. 

Além do que está previsto no TAC, a Fênix também se comprometeu com outras melhorias, como a instalação de sistema wi-fi em todos os ônibus circulares, para que os usuários mantenham suas conexões de internet e celular ativas durante todo o percurso. Será ativado ainda o sistema de bilhetagem eletrônica associado à biometria dos usuários, garantindo mais segurança dos passageiros que utilizam cartões pré-pagos para custear seus deslocamentos.

Com isso, não será possível que terceiros utilizem cartões furtados ou perdidos. O monitoramento dos ônibus por GPS, também ativado, permitirá o controle da velocidade de cada veículo e o tempo de parada em cada ponto. Também consta do contrato que a Fênix terá de manter ônibus totalmente adaptados para o uso por portadores de necessidades especiais.

O Grupo Fênix atua há 65 anos no segmento de serviço de transporte de passageiros em mais de 30 municípios do Estado de São Paulo, como na Região Metropolitana de Campinas, região Bragantina, Circuito das Águas e Litoral Sul. A viação já atua no transporte urbano nos municípios de Águas de Lindoia, Ilhabela, Itapira, Itatiba, Jarinu, Monte Sião e Serra Negra.



Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top