Preso acusado de morte no Mirante e roubo no Guaçu

O jovem Francisco Evilário Bezerra Inácio dos Santos, de 21 anos, foi preso pela Polícia Militar na madrugada de domingo, 1º, acusado de homicídio.

Detido em Mogi Guaçu após assaltar e esfaquear um homem de 51 anos, ele confessou ter matado Oscar Antonio Junior, 53, com golpes de chave de fendas. O crime, aconteceu pela Rua dos Ferroviários, no bairro do Mirante.

As informações da PM dão conta que por volta da 1h55 da madrugada do domingo, um rapaz havia abordado um motoqueiro e anunciado o assalto em Mogi Guaçu. A vítima teria reagido e o criminoso acabou desferindo-lhe um golpe de faca. Depois, se apoderar de uma moto Honda CG Titan e fugiu sentido à rodovia SP-340 (Campinas – Mococa).

Ao tomarem conhecimento, os policiais Aquino e Andreia se deslocaram para a rodovia e visualizaram o suspeito, tendo êxito em realizar a abordagem.
Francisco confessou ter roubado a moto e ter esfaqueado a vítima, que foi encaminhada em estado grave à Santa Casa.

Ele foi detido e encaminhado ao plantão policial, onde confessou que horas antes, havia praticado outro crime em Mogi Mirim. Segundo seus relatos, o rapaz havia se desentendido com Oscar Júnior e desferido golpes utilizando uma chave de fendas. Após a ação, teria fugido para Mogi Guaçu, com a intenção de roubar uma moto e fugir.

A versão de que ele havia se desentendido e que seria sogro de Oscar Junior foi contestada por familiares da vítima. Um dos filhos conversou com a reportagem de A COMARCA e relatou que no dia do crime, Francisco invadiu a empresa onde estava Oscar Junior para se apoderar das chaves de um veículo GM Montana. Oscar não quis entregar as chaves do veículo. Por isso, Francisco teria o atingido com uma garrafada e, posteriormente, com vários golpes.

Ele ainda teria arrastado a vítima e a colocada na carroceria da pick-up. Francisco não conseguiu ligar o carro, mas revirou todo o interior do mesmo. Posteriormente, tentou se apoderar de uma moto que estava no local, mas, sem sucesso, fugiu a pé. Uma vizinha, ao perceber algo de estranho, acionou a Polícia.

A Guarda Civil Municipal e o Resgate da Brigada de Incêndio estiveram no local, encaminhando a vítima, gravemente ferida, à Santa Casa. Porém, faleceu assim que deu entrada no hospital.

O filho da vítima informou que seu pai não tem qualquer parentesco com o autor do crime, porém, a ex-companheira de Francisco teria por habito chama-lo de pai, por consideração. O acusado, que recentemente deixou a cadeia, foi autuado em flagrante e segue detido.



Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top