Desligamento do sinal analógico é adiado

O desligamento do sinal analógico de televisão, que deveria ocorrer nesta quarta-feira, 29, em Mogi Mirim e em outras 84 cidades das regiões de Campinas, Sorocaba e Jundiaí, foi adiado. A decisão foi tomada pelo Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (Gired), em reunião na sede da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em Brasília.

O grupo, que é formado por emissoras de televisão, empresas de telefonia e representantes do governo, faz pesquisas em cada região que o sinal analógico será desligado para saber se a população já estava adaptada à novidade.
O comitê chegou à conclusão que o interior paulista precisa de mais tempo. A nova data para o fim do sinal analógico é 17 de janeiro de 2018.

Os antigos televisores de tubo precisam se adaptar para receber o sinal digital. Para isso, basta a compra e instalação de um conversor, equipamento que pode ser encontrado em lojas de materiais elétricos e eletrônicos. O mesmo procedimento vale para as TVs de LED, LCD ou Plasma, sem o selo DTV, fabricadas antes de 2010, que provavelmente não possuem o conversor embutido.

É possível usar um conversor para mais de uma TV, com as conexões adequadas, mas o canal digital sintonizado será o mesmo em todas as telas. Para que cada aparelho possa sintonizar um canal diferente, é necessário ter um conversor para cada tela. Os televisores mais recentes, principalmente as chamadas Smart TVs, já contam com um receptor digital integrado, portanto basta a ligação a uma antena externa digital para receber o sinal.

As famílias de baixa renda atendidas pelo Governo Federal em programas como Bolsa Família e Minha Casa, Minha Vida devem verificar se têm direito a receber um dos mais de 5,5 mil kits gratuitos, com antena digital e conversor e controle remoto, destinados aos cidadãos de Mogi Mirim. Destes, 4,3 mil já foram entregues pela Seja Digital, instituição não-governamental e sem fins lucrativos, responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil.

A população deve acessar o site sejadigital.com.br/kit ou ligar gratuitamente para o número 147 com o NIS (Número de Identificação Social) em mãos. Se o nome estiver na lista, é só escolher o dia, horário e local para retirar os equipamentos que permitem que televisores antigos tenham acesso ao sinal digital. Em Mogi Mirim, o ponto de distribuição é a agência dos Correios da Rua José Bonifácio.



Além da qualidade de som e imagem muito superiores, a TV Digital acaba com fantasmas, ruídos e interferências que existem na TV analógica. A TV digital também possibilita a transmissão de programas em alta definição (HDTV) e com o aspecto de tela mais larga, como acontece no cinema. Isso ocorre porque os programas gravados e transmitidos em alta definição têm formato 16:9 (relação entre largura e altura da tela), enquanto na transmissão analógica, o formato é mais quadrado: 4:3.

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top