Governo foca em geração de empregos

A geração de empregos tem sido uma preocupação constante também do mogimiriano desde que a crise econômica e política trouxe um clima de incertezas para o país. A gestão do prefeito Carlos Nelson Bueno (PSDB) garante que tem a mesma inquietação. Em conversa com a reportagem de A COMARCA, o secretário de Governo Danilo Zinetti revelou quais medidas a Prefeitura tem adotado para fomentar condições favoráveis a contratação de novos trabalhadores.

O primeiro passo é fazer a lição de casa, isto é, manter as indústrias que já estão instaladas em Mogi Mirim. “A partir das diretrizes dadas pelo prefeito Carlos Nelson, tenho visitado todas as grandes empresas da cidade e apresentado minha equipe”, revela Danilo. O objetivo é ouvir os problemas e reivindicações de cada um e atendê-los sempre o que o Poder Público puder.

Algumas questões são simples, como a da Eaton, empresa com mais de 800 colaboradores. O governo anterior de Gustavo Stupp (PDT) construiu uma ligação para o Distrito Industrial II, no entanto não realizou qualquer sinalização viária. O resultado? Tanto a Eaton quanto outras empresas semelhantes não utilizavam o acesso para o transporte de seus trabalhadores, pois as empresas de seguro não cobrem eventuais acidentes em vias nestas condições. Após a conversa com o secretário de Governo, a sinalização foi providenciada.

Outras demandas exigem mais trabalho. A Mars, por exemplo, empresa que atualmente mais contribui com ISS para Mogi Mirim, tinha um problema sério com a rede elétrica. Sofriam constantemente com oscilações e quedas de energia, o que colocava a perder uma parte da produção da empresa, que produz na unidade local produtos da linha pet, como a ração Pedigree. Os prejuízos já estavam se acumulando.

O problema era tamanho que a empresa já tinha planos para se mudar para a região de Curitiba (PR). Foi quando a Prefeitura fez a intermediação com a concessionária Elektro, que se comprometeu a trocar o cabeamento de distribuição de energia, diminuindo drasticamente os problemas. “Precisamos criar condições para que essas empresas cresçam e contratem mais”, observou Danilo.

Secretário de Governo Danilo Zinetti tem se empenhado na geração de empregos

Entre essas condições está também a doação de terrenos. Atualmente, tramitam dois projetos de leis na Câmara Municipal que, se aprovados, autorizam a doação de áreas para que empresas da cidade possam expandir suas atividades. Em troca, o Governo exige retorno em tributos ou em contratações.

No caso de novos empreendimentos, como o Supermercado Goodbom, que deve iniciar seu funcionamento ainda neste ano, há um esforço por parte da Administração Municipal para que seja dada preferência para os mogimirianos na grande maioria dos cargos. O mesmo vale para as futuras unidades da Havan e do Atacadão.

Além disso, em conversa com o Investe SP, órgão do governo estadual, vem sendo discutida a produção de um vídeo institucional em várias línguas para atrair empresários. “Nós temos muita qualidade a ser divulgada, temos água, energia elétrica, fibra ótica, gás natural, malha viária que nos liga às principais regiões comerciais, mão de obra qualificada”, enumera Danilo. O foco são os setores de Indústria, Comércio e Serviço, os que mais empregam atualmente na cidade.

Com os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) em mãos, o secretário de Governo comemora as quase três mil contratações entre junho e setembro, que deixaram Mogi Mirim com saldo positivo na balança do emprego, melhor até que as cidades vizinhas. “Acredito que esse resultado mostra que o empenho do Governo tem dado certo”, destaca. “Não estamos parados esperando o Brasil melhorar, estamos fazendo a nossa parte”, encerra.

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top