Câmara aprova revisão da Planta Genérica de Valores

A Câmara Municipal aprovou na última segunda-feira, 27, a revisão da planta genérica de valores (PGV) de parte da cidade de Mogi Mirim. A nova lei altera o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de pouco menos de quatro mil e exclui os condomínios Santa Mônica e Santa Úrsula do aumento.

SAIBA MAIS: Prefeitura quer revisar Planta Genérica de Valores

Segundo dados da Prefeitura, a maior parte dos figurados entre os 10% são imóveis baldios: 64%, o que corresponde a 2.737 unidades. Somente 1.220 são imóveis com edificações, equivalentes a 28%. Os 8% restantes, formadas por 342 unidades, são imóveis em construção.

Esses números se devem ao fato de que a revisão atinge vários conjuntos habitacionais recentes ou considerados de “alto padrão” pela Prefeitura. Outro ponto que deve ser levado em consideração é o combate à especulação imobiliária. Isto é, a oneração do custo dos terrenos baldios auxilia na diminuição do retorno econômico dos especuladores imobiliários.



Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top