Presépio é feito com materiais recicláveis

Flávio Magalhães

Neste ano, o presépio montado pela Paróquia de Imaculada Conceição Aparecida, no bairro Vila Dias, na zona Leste da cidade, chamou a atenção dos fiéis católicos não apenas por sua bela aparência, mas também pelos materiais utilizados em sua composição.

As representações da Virgem Maria, de São José, do Menino Jesus e dos demais elementos que, segundo a tradição católica, remontam à cena do nascimento do filho de Deus foram todos montados predominantemente com produtos recicláveis, como garrafas pet, copos de plástico e de isopor e sacolas de supermercado.

A experiência, inédita para a paróquia, foi sugerida dentro da própria comunidade pelas irmãs Vânia Maria e Maria Aparecida Seriani. A partir daí, cada pastoral da igreja ficou responsável pela construção de uma parte do presépio, como contam as catequistas Leonor Rodrigues Mota Faria e Rafaela Alves de Oliveira. Padre Alexandre Pereira, de 44 anos, vigário local, pediu aos fiéis para que contribuíssem com a doação dos recicláveis.

“Foi trabalhoso. Tivemos que recolher, selecionar e trabalhar muito material, além da configuração de toda a ambientação, animais, a casinha, a árvore de Natal e a manjedoura com a sagrada família”, relatou Aparecida. Ela menciona com orgulho a forma com que as pessoas se engajaram no projeto. “O mais bonito de tudo é que se trata de uma obra coletiva, feita por muitas mãos”, acrescentou.
Para que o resultado fosse satisfatório, mesmo sem envolver nenhum artesão, foi necessária muita consulta na internet. “Pesquisamos aquilo que não tínhamos conhecimento, além do fato de muitas das pessoas que contribuíram para a construção terem demonstrado uma aptidão incrível na hora de confeccionar e montar tudo”, resumiu.

Entre a arrecadação dos materiais, a montagem e a inauguração do presépio, após a missa no último domingo, 03, foi mais de um mês de trabalho. O resultado foram esculturas em tamanho natural da Sagrada Família e uma árvore de Natal de aproximadamente quatro metros de altura, que durante a noite ganham uma iluminação dos tradicionais piscas-piscas.

Jesus, Maria e José foram construídos com os fundos de várias garrafas pet sobre uma armação metálica. As cabeças são de pequenos copos plásticos, utilizados para tomar café. Os sinos menores são de copos de isopor, enquanto os maiores foram feitos com baldes. Com as garrafas pet ainda foi possível montar a árvore de Natal e as flores.

O presépio está no amplo pátio da igreja, localizado na Rua Professor Aristides Gurjão, 69, onde também funciona o brechó da paróquia durante o dia. Ficará exposto à comunidade até o Dia de Santo Reis, celebrado pelos cristãos em 06 de janeiro. Depois, vai para a reciclagem. Para Padre Alexandre, a iniciativa teve um caráter educativo, o de chamar a atenção das pessoas para a importância de dar destinação correta aos objetos descartados que podem passar por processo de reciclagem, evitando danos maiores ao meio ambiente. (com informações e colaboração de Fernando Gasparini)



Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top