Casarão da Avenida Brasil é demolido

Flávio Magalhães

Foi ao chão no último sábado, 10, o casarão abandonado na esquina das avenidas Brasil e da Saudade, à beira do Córrego Santo Antonio. A demolição foi promovida por funcionários da Prefeitura. O secretário de Governo Danilo Zinetti acompanhou os trabalhos.

O imóvel está numa propriedade particular, mas estava abandonado há anos. Já foi condenado pela Defesa Civil, que avaliou em parecer técnico os riscos de desabamento do prédio. “Era um problema social, de saúde e de segurança”, classificou Zinetti em entrevista para o jornal A COMARCA.

Havia preocupação de que a construção desabasse sobre moradores de rua que o utilizavam como abrigo ou sobre pedestres que transitam pelo local, além de ser um possível foco para proliferação do mosquito Aedes aegypti e de animais peçonhentos. Vizinhos também reclamavam que o local, de muros baixos e fácil acesso, poderia esconder criminosos.

Zinetti explicou que os proprietários foram noticiados várias vezes pela Administração Municipal para promover a demolição do imóvel. Como não foram tomadas providências, a Prefeitura realizou o serviço. “Mas a conta vai para eles”, garantiu o secretário de Governo, se referindo aos donos do terreno. “Fizemos o trabalho porque notamos os problemas”, comentou.

Após a demolição, a Prefeitura retirou os escombros do local e ainda deve concluir o reparo das calçadas, ações que também serão cobradas dos proprietários, uma vez que seriam de responsabilidade deles. O serviço integrou os trabalhos de limpeza e revitalização do Córrego Santo Antonio e de seu entorno.


Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top