Rodada pode sacramentar degola do Sapo

O rebaixamento do Mogi Mirim para a 2ª Divisão do Campeonato Paulista pode ser sacramentado já na rodada deste final de semana, a 14ª da Série A3. Com apenas três pontos, o Sapo está a 13 do Grêmio Osasco, 14º colocado e primeiro time fora da zona da degola. Com uma derrota para o Olímpia, fora de casa, e uma combinação de resultados, a diferença para sair do Z6 saltaria para 16 pontos, restando cinco rodadas para o final, ou seja, 15 pontos em disputa.

Tudo caminha para um fim melancólico do Mogi Mirim na Série A3. Em 13 jogos disputados – 39 pontos em disputa – a equipe somou apenas três pontos até o momento. Foram três empates e 10 derrotas. E os três empates aconteceram em jogos disputados no estádio Coronel Francisco Vieira, em Itapira, onde o Sapo tem atuado como mandante, já que o Vail Chaves segue interditado. Isso significa que o time perdeu todas as partidas que fez como visitante.

Por isso, o risco de cair já neste final de semana é grande. Afinal, o Mogi Mirim joga neste sábado, 3, fora de casa. Enfrenta o Olímpia, às 16h, no estádio Maria Tereza Breda. Só a derrota não rebaixa a equipe automaticamente. Seria preciso uma combinação de resultados para que isso aconteça. Um desses resultados seria a vitória do Grêmio Osasco, que mesmo jogando em casa, faz um clássico regional. Pega o EC São Bernardo, neste sábado, às 11h.

Além disso, Monte Azul e Rio Preto (11º e 12º colocados) teriam que pontuar nos jogos que farão nesta rodada. O Monte Azul joga amanhã, em casa, contra a Portuguesa Santista, enquanto que o Rio Preto também joga neste sábado, e em casa, diante do Capivariano. Quatro jogos que podem decretar, com cinco rodadas de antecedência, um futuro nebuloso e incerto do Mogi Mirim Esporte Clube. Ou ao menos, adiar o quase certo descenso por uma rodada.

A SEMANA
Foi mais uma semana de agonia para o torcedor mogimiriano. No domingo, 25, o Mogi foi até o estádio Otacília Patrícia Arroyo, em Monte Azul Paulista, e perdeu mais uma vez. O time da casa chegou a abrir 3 a 0 somente no primeiro tempo. Na etapa final, o Sapo cresceu, fez dois gols, pressionou o adversário, mas, não conseguiu evitar a derrota por 3 a 2.

Buscando se aproximar do G8, o Monte Azul não quis nem saber da situação delicada do Mogi Mirim. A equipe dominou o primeiro tempo e marcou três gols. Logo aos cinco minutos, Jonathan invadiu a área pelo lado esquerdo e tocou na saída do goleiro para abrir o placar.

Os outros dois gols saíram na parte final. Aos 37 minutos, o zagueiro Lucas Cezane marcou de pênalti, e aos 42, Jonathan fez o terceiro. No segundo tempo, para quem esperava uma goleada, viu uma outra partida. O Mogi Mirim acordou e conseguiu marcar dois gols. Aos oito minutos, Chayene cruzou para Americano, quase na pequena área.

O jogador, porém, não conseguiu finalizar a jogada. Dominou a bola, ficou sem ângulo e tocou para trás, no meio da grande área. Diogo chegou batendo para diminuir o placar.

Aos 19 minutos, foi a vez de Ronaldo marcar. E fez uma pintura. O jogador recebeu na entrada da grande área pelo lado esquerdo e, percebendo que o goleiro estava um pouco adiantado, acertou um lindo chute, no ângulo direito. A partir daí o Sapão da Mogiana continuou pressionado e dominou o segundo tempo, mas, não conseguiu ao menos o empate.

A chance de vencer pela primeira vez veio na quarta-feira, 28, contra a Matonense, no Chico Vieira. O time de Matão entrou no jogo com uma postura bastante ofensiva e partiu para o ataque, conseguindo abrir o placar aos três minutos, com Lucas. Mesmo atrás do placar, o Mogi Mirim se reorganizou e a partida ficou equilibrada. A situação do Sapo que já era difícil, se complicou aos 20 minutos, quando Miquéias fez o segundo.

A reação mogimiriana foi rápida. Três minutos depois, o zagueiro Thawan marcou e diminui o placar para 2 a 1. Na etapa final, a Matonense teve a chance de marcar o terceiro, mas, quando tudo caminhava para mais uma derrota do Mogi, Americano empatou aos 47 minutos. O gol evitou a derrota, mas, em nada muda a situação desesperadora da equipe.

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top