Secretário entrega melhorias em cooperativa do Vergel

A Cooperativa dos Agricultores e Agricultoras do Horto Vergel (Coopervel) recebeu oficialmente na última terça-feira, 27, uma série de melhorias viabilizadas através de uma parceria com o Governo do Estado de São Paulo. A entrega foi feita durante cerimônia no próprio assentamento 12 de Outubro com o secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim.

Além da construção do galpão, os cooperados do Vergel receberam balança eletrônica, caixas plásticas, câmara fria, equipamentos de informática, furgão isotérmico, móveis de escritório, roçadeira, entre outras máquinas e equipamentos. O investimento totaliza R$ 564.857, sendo R$ 395.400 apoiados pelo Governo do Estado, com a contrapartida de R$ 166 mil da cooperativa, financiados pelo Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (Feap).

“Vocês estão dando um passo muito significativo, com a aquisição de equipamentos e ferramentas para continuar crescendo. Mantenham o clima de união para fazer a diferença na vida das pessoas. O segredo é descobrir as convergências”, afirmou o secretário Arnaldo Jardim. “Vocês estão dando um salto de qualidade. Agora, o desafio é fazer a gestão dos negócios, mas vocês estão no caminho certo”, completou o coordenador da Cati, João Brunelli Júnior.

A presidente da Coopervel, Maria Nilza Pereira Ramalho, relembrou o início precário da cooperativa e enalteceu o apoio do Governo paulista para o crescimento da entidade. “Começamos pela fé, sem nenhum centavo, mas com muita união. Sem o projeto MicroBacias II, não conseguiríamos ter nada do que temos hoje. A verba fez toda diferença em nossa vida. E esse é só o começo do nosso caminho”, disse.

O Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável – Microbacias II –é uma ação do Governo do Estado de São Paulo, executado pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento, por meio da Coordenadoria de Assistência Integral (CATI) e pela Secretaria do Meio Ambiente, por meio da Coordenadoria de Biodiversidade e Recursos Naturais (CBRN). Através dele, foram destinados também R$ 400 mil para recuperação da Rodovia Elzio Mariotoni, a Estrada Velha de Itapira, para que a Coopervel possa escoar sua produção, fruto da agricultura familiar.

O trabalho conjunto já resultou na colheita de mandioca, banana, abóbora, alface, manga, abobrinha, beterraba, batata-doce, couve, berinjela, abacate, jiló, limão, pimentão, tomate, chuchu, cebolinha, cará, inhame, repolho, pimenta, salsa, alho-poró, chicória, goiaba, cenoura, laranja, pepino, quiabo, catalunha, rúcula, almeirão, milho verde, vagem, mamão, brócolis, feijão, lichia e acerola. O volume ultrapassa a quantia de 1,5 milhão de quilos por ano.

A vice-prefeita de Mogi Mirim, Lúcia Tenório (PPS), destacou o trabalho e lembrou que o termo “cooperativa” vem de “cooperar”, trabalhando sempre em equipe. “Que cada um possa fazer sua parte para que façam desse local um grande empreendimento”, disse. Também marcaram presença o secretário municipal de Agricultura Valdir Biazotto, representando o prefeito Carlos Nelson Bueno (PSDB), e os vereadores Geraldo Bertanha, o Gebê (SD), Manoel Palomino (PPS), Jorge Setoguchi (PSD), Cristiano Gaioto (PP), André Mazon (PTB) e Alexandre Cintra (PSDB).


REFORMA
Os produtores rurais de Mogi Mirim também poderão contar com uma nova estrutura da Casa da Agricultura, que será reformada com recurso do Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável – Microbacias II, executado pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati). O convênio foi assinado com a Prefeitura no último dia 19 de março, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.

O valor total investido será de R$ 59.842,41. Com a reforma foi possível melhorar as condições do telhado, modernizar as partes elétrica e hidráulica, fazer pinturas nas dependências do imóvel, trocar o piso e melhorar as condições de acessibilidade.

Arnaldo Jardim ressaltou a importância das Casas da Agricultura, que são locais preparados para receber os pequenos e médios produtores paulistas que buscam orientações para obter crédito agrícola, seguro rural, transferência de tecnologia, planejamento da propriedade, elaboração de projetos de recuperação do solo, reflorestamento, adequação de estradas rurais. “As novas instalações entregues à população reforçam nosso compromisso em apoiar o pequeno produtor, para que ele tenha condições de se desenvolver, se tornar mais competitivo e ampliar sua renda. Essa é uma das diretrizes do governador Geraldo Alckmin que temos seguido”, afirmou.

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top