Professor é investigado por crime sexual contra aluna

Um professor de Educação Física de 54 anos, de uma escola na região central de Mogi Mirim, está sendo investigado pela Polícia Civil, após uma aluna de 15 anos o denunciar por abuso sexual. Segundo a estudante, o professor teria passado as mãos em suas costas e nádegas.

A mãe da aluna esteve com a adolescente na Delegacia de Defesa da Mulher para denunciar o crime. Segundo os relatos, a ação teria acontecido na segunda-feira, 14, durante a aula de educação física.

A jovem contou que estava fazendo exercícios físicos durante a aula e o professor se aproximou, dizendo aos demais alunos que presenciaram a cena, que a jovem estaria fazendo o exercício da forma correta. Ele teria colocado as mãos em suas costas e disse para que a mesma fizesse algumas demonstrações. Neste momento, o professor, segunda a aluna, também teria passado as mãos em suas nádegas, deixando-a constrangida.

Em seus relatos, a adolescente contou que esta não seria a primeira vez que o professor investia contra ela. Que dias anteriores, ele havia dito algumas ações, porém, a aluna, a princípio, não teria notado as reais intenções.

A Policia Civil esteve na escola e levou o professor até a DDM para prestar esclarecimentos. O caso segue sob investigação.

ESTADO
Em nota, a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Educação informou que a Diretoria de Ensino de Mogi Mirim adotou todas as providências para checagem do fato logo que tomou conhecimento da denúncia, inclusive, com a participação do vice-diretor da escola, que também é professor mediador.

Os responsáveis pela aluna, segundo informa a nota, participaram de reunião com a direção e a supervisão de ensino da unidade. A denúncia está sendo investigada internamente, por meio de uma apuração preliminar. A direção está disponível para prestar todos os esclarecimentos necessários para Polícia Civil que também investiga o caso.



Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top