Sapo deixará o Brasileirão após 7 anos

"Não há nada tão ruim que não possa piorar". O provérbio inglês, muito usado ultimamente para ilustrar a classe política brasileira, se encaixa perfeitamente no momento vivido pelo Mogi Mirim Esporte Clube. Se já não bastasse os sucessivos rebaixamentos, tanto no estadual, quanto no brasileiro, o clube agora viverá um ostracismo no cenário nacional do futebol.

Com a derrota no último domingo para o Brusque por 2 a 1, na abertura do returno da Série D do Campeonato Brasileiro, o Mogi Mirim não só conheceu seu quarto resultado negativo na competição, como disse adeus às remotas chances de classificação para a sequência do campeonato. Com isso, deixará de disputar a Série D em 2019. Depois de sete anos disputando as Séries B, C e D, o Mogi voltará a ficar de fora de competições nacionais.

Desde 2012, o Mogi Mirim disputava o Campeonato Brasileiro. Naquele ano, o Sapo conquistou o direito de disputar a Série D, depois de terminar a primeira fase da Série A do Campeonato Paulista em sexto lugar e ser eliminado pelo Santos nas quartas de final. Na Série D, ficou na quarta colocação e conquistou o acesso para a Série C do ano seguinte.

Em 2013, o Mogi terminou a Série C na 13ª colocação. Mas, no ano seguinte, ficou em terceiro lugar, conquistando o direito de disputar a Série B em 2014. Foi em 2015 que começou a derrocada do Sapo. Naquele ano, foi o 20º e último colocado da Série B, voltando para a Série C.

Na terceira divisão nacional, disputou mais duas temporadas. Em 2016, escapou do rebaixamento com a 16ª colocação. Mas, em 2017, não conseguiu evitar a degola, ficando na 19ª colocação. A Série D é a última divisão do futebol brasileiro. Ao contrário das outras divisões, a participação nela depende exclusivamente do desempenho das equipes no estaduais.

O regulamento da CBF determina que, além dos quatro rebaixados da Série C do Ano anterior, os clubes participantes da Série D são determinados pelo ranqueamento das federações. O Estado de São Paulo, por exemplo, por ser o primeiro do Ranking Nacional das Federações, tem direito a quatro representantes.

Na atual Série D, estão representando o Estado pelo ranqueamento, a Ferroviária, como campeã da Copa Paulista de 2017; além de Linense, Mirassol e Novorizontino, pelas colocações obtida na Série A1 do estadual do ano passado. O Mogi Mirim participa, por ter sido um dos quatro rebaixados da Série C de 2017.

Em 2019, o Mogi não poderá disputar a Série D pelo ranqueamento, já que, neste ano, jogou a Série A3 e foi rebaixado, com a pior campanha dentre os 20 clubes participantes. Ou seja, no próximo ano, o único compromisso do Sapo será a 2ª Divisão do estadual.

Agora, a missão do Mogi na temporada é evitar mais um vexame em sua história. Nos quatro jogos disputados até agora, foram quatro derrotas. A última aconteceu no domingo: 2 a 1 para o Brusque, jogando no estádio Augusto Bauer, em Brusque/SC. O time da casa abriu o placar aos 46 minutos do primeiro tempo. Lima recebeu linda bola cruzada de China, matou no peito e invadiu a área, cruzando para o meio. Tiago Pará apareceu para escorar a bola para a rede.

No segundo tempo, depois de desperdiçar várias chances de ampliar, o Brusque viu o Mogi chegar ao empate, aos 18 minutos. Em um lançamento despretensioso da defesa, a zaga do Brusque apagou e deixou Glécio livre para finalizar rasteiro, pegando Julio Cézar de surpresa e deixando tudo igual no placar.

O jogo caminhava para o empate, quando aos 41 minutos, Jefferson Renan cabeceou com precisão para as redes, aproveitando cruzamento de China pela esquerda. Sem nenhum ponto, o Mogi Mirim está eliminado. Neste sábado, 19, o Mogi joga mais uma vez fora de casa, quando encara o São José, às 16h, no Estádio Passo D'Areia, em Porto Alegre.

É a chance de tentar uma vitória e pontuar no campeonato. Além do Mogi, mais três times ainda não pontuaram: Murici/AL, Dom Bosco/MT e Nova Iguaçu/RJ. O Sapo se despede da Série D no dia, 27, contra o Prudentópólis/PR. A princípio, o jogo está marcado para o Vail Chaves.



Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top