Polícia investiga denúncia de abuso contra criança deficiente

A mãe de uma criança de quatro anos, que sofre de deficiência auditiva e de fala, acionou a Polícia Militar por suspeitar que sua filha tenha sofrido abuso sexual praticado por um vizinho. O caso teria acontecido no último sábado, 26, na Zona Norte de Mogi Mirim.

Os policiais militares Renato e Jurandir foram acionados pela mãe da criança por volta das 17h. Ela contou que sua filha teria ido até a casa do suspeito e, ao sair, estaria com a mãos sobre a roupa, na região do peito e dos órgãos genitais, como se quisesse demonstrar que havia sido tocada nas partes íntimas.

Ao ser indagado, o suspeito confirmou que a criança foi até a sua casa, e que ela tomou agua da torneira, vindo a respingar em sua roupa. Por isso, negou que houvesse praticado qualquer violência contra a garota. Ele foi encaminhado ao plantão policial, onde foi feita a pesquisa e constatado que não possuía passagens pela Polícia.

A menina foi encaminhada para o exame de corpo de delito, o qual apontou, a princípio, não ter havido qualquer tipo de violência. Nos próximos dias, as partes envolvidas deverão ser intimadas para depoimentos na Delegacia de Defesa da Mulher, que investiga o caso.



Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top