Amamentação: magia e poder

Flávio Magalhães

Sob a campanha do “Agosto Dourado”, que celebra o Dia Mundial da Amamentação, o estúdio Artes Melina Fotografia, de Mogi Guaçu, promove até o dia 31 a exposição “Amamentação: um ato de amor”. São 50 fotografias que exprimem a conexão entre mãe e filho e revelam a pureza do ato de amamentar.

Foto: Artes Melina Fotografia
Foi a primeira vez que o estúdio guaçuano promoveu ensaios que tinham como foco a amamentação, algo pouco comum nesse nicho de mercado. “Fazemos o acompanhamento de bebês, desde a gravidez até um ano de idade, mas nunca fizemos um ensaio exclusivamente sobre amamentação”, explicou Alyne Floriano, sócia-proprietária do estúdio. “Então buscamos referências na área, mas fizemos ao nosso estilo”, complementou.

As mães que concordaram em fazer parte do novo projeto não tiveram nenhum custo com o ensaio. “E algumas semanas após iniciarmos nossos ensaios de amamentação, descobrimos que agosto é o mês de incentivo ao aleitamento materno, que tanto defendemos em nossas fotografias”, explicou Alyne. A partir dessa informação, o estúdio decidiu abraçar a causa e lançar uma campanha.

A mostra no Buriti Shopping Mogi Guaçu pode ser considerada o carro-chefe, mas a campanha vai além. Não apenas incentiva a amamentação, como também joga luz sobre uma questão não menos importante: a doação de leite materno. Para isso, o estúdio fechou uma parceria com o Banco de Leite Humano de Itapira – responsável por atender também Mogi Mirim e Mogi Guaçu – que envolverá palestras acerca do assunto.

“E hoje o Banco de Leite precisa de doações, porque a demanda é muito grande”, frisou Alyne. Isso porque existem crianças que não podem receber o leite diretamente da mãe, por razões como nascimento prematuro ou baixo peso. O Banco de Leite de Itapira atende cerca de 30 recém-nascidos todos os meses. A média de doação mensal é de 20 litros, com 40 doadoras, o que não é suficiente. Toda mulher que estiver amamentando é uma possível doadora. Para mais informações, basta entrar em contato com o banco de leite pelo telefone: (19) 3913-9393.

Durante abertura da exposição, equipe segura bebês que participaram dos ensaios (foto: Juliana Dandara Fotografia)

MAMAÇO
Outra ação desenvolvida pelo estúdio Artes Melina e seus parceiros é o chamado Mamaço, marcado para ocorrer no próximo dia 28. O evento consiste num ensaio fotográfico coletivo de amamentação com 30 mães e palestra sobre aleitamento materno e doação de leite, no salão Laiuri, em Mogi Guaçu. As vagas serão disponibilizadas mediante inscrição pela internet.

As redes sociais, aliás, também desempenham papel importante na campanha, levando informações sobre o assunto e desmistificando o ato da amamentação. O leite materno é o melhor alimento para os bebês até por volta dos 2 anos de idade. Nos 6 primeiros meses de vida, o ideal é que ele seja o único alimento oferecido à criança.

Enquanto isso, a exposição “Amamentação: um ato de amor” segue aberta a visitação do público, gratuitamente, de segunda a sábado das 10h às 22h e aos domingos das 12h às 20h.

Foto: Artes Melina Fotografia

PROGRAMAÇÃO
Em Mogi Mirim, o “Agosto Dourado” também será lembrado. Uma iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde e do Comitê Municipal de Aleitamento Materno visa discutir a adoção de hábitos preventivos que beneficiam a qualidade de vida. “O aleitamento materno é fundamental para os bebês, pois nutricionalmente é completo. Não existe nenhum leite que seja igual ao leite materno, nem que o substitua, pois ele possui todas as proteínas, minerais e vitaminas que a criança precisa para ter um crescimento adequado”, explicou a secretária de Saúde, Rosa Iamarino.

Um encontro sobre o assunto, no dia 29, intitulado “Amamentação como base de vida”, será realizado das 8h às 16h, na Estação Educação, com apresentação de palestras e debates com especialistas em fonoaudiologia, pediatria, ginecologia e obstetrícia. No decorrer do mês, cada Unidade Básica de Saúde (UBS) também realizará atividades específicas, priorizando uma programação que atenda a demanda e a necessidade da área de abrangência da unidade de saúde.

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top