Mogi Mirim registra um roubo ou furto a cada 5 horas

Flávio Magalhães

Foram registradas em Mogi Mirim 884 ocorrências de roubo e furto, incluindo o de veículos, nos primeiros seis meses deste ano. Os dados são da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP/SP) e são equivalentes a uma taxa de cinco casos por dia, aproximadamente. Ou cerca de um a cada cinco horas.

Pelo Código Penal, roubo e furto são crimes contra o patrimônio. O primeiro está enquadrado no artigo 157 e é caracterizado, basicamente, por “grave ameaça ou violência” à vítima por parte do criminoso. De janeiro a junho, foram roubados 47 veículos em Mogi Mirim, além de terem sido registrados quatro roubos de carga.

Outros tipos de roubo – a residência, de pertences pessoais, etc – são unificados pelas estatísticas e chegaram a 178 no primeiro semestre do ano. Somados ao de carga e de veículos, chegam a 229. Ou seja, é equivalente dizer que foram registrados cinco roubos a cada quatro dias no município. A pena para esse crime varia de quatro a dez anos de reclusão.

Já o furto é considerado menos grave, pois, basicamente, não há contato entre a vítima e o ladrão. Existe o furto qualificado, aquele no qual, além da perda do bem, há vestígios de destruição. Como uma casa arrombada ou um cofre estourado. Não há, porém, distinção entre esses tipos nos dados divulgados pela SSP/SP.

De janeiro e junho, foram 152 veículos furtados em Mogi Mirim. Todos os outros tipos de furto chegam a 503. Somados, alcançam 655 ocorrências. O número é equivalente a 25 furtos por semana. Considerando os roubos, são 884 registros desses crimes no primeiro semestre de 2018, conforme mencionado no início desta reportagem.

Considerando-se apenas as estatísticas de veículos, foram 199 ocorrências registradas no município. Nesse quadro, é possível dizer que, proporcionalmente, ao menos um veículo é roubado ou furtado por dia em Mogi Mirim, considerando os dados do primeiro semestre.

Em comparação ao ano passado, se o segundo semestre de 2018 mantiver o mesmo ritmo do primeiro, o número de ocorrências de furto e roubo devem apresentar ligeira alta, mas com algumas particularidades. Enquanto o segmento de furtos deve crescer, o de roubos apresenta tendência de queda.



Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top