Cirurgias eletivas também vão para Itapira

O programa Cirurgia Em Dia, que tem como objetivo zerar a fila de 1,5 mil procedimentos cirúrgicos na cidade, anunciou nesta semana o credenciamento da Santa Casa de Itapira. A autorização foi dada pelo prefeito Carlos Nelson Bueno (PSDB) na última terça-feira, 18. “Quanto mais hospitais e profissionais estiverem aptos para fazer as cirurgias, mais rápido vamos caminhando e podemos atender a população que espera há anos por isso”, enfatizou o chefe do Executivo.

A Santa Casa de Itapira agora se junta ao Hospital Bom Samaritano, de Artur Nogueira, para a realização de cirurgias da rede pública mogimiriana. O hospital itapirense irá iniciar os procedimentos com cirurgias dermatológicas e ginecológicas. Com a adesão de mais unidades hospitalares ou clínicas, a Prefeitura deverá dividir de forma igualitária as cirurgias, que tiveram início há aproximadamente um mês e já alcançaram a marca de 300 procedimentos realizados.

Ao mesmo tempo, a Santa Casa de Mogi Mirim aguarda autorização para também reforçar a realização de cirurgias eletivas. A Santa Casa local já concordou com a minuta do convênio apresentada pela Prefeitura que prevê a realização de 80 cirurgias por mês. Nos quatro primeiros meses, serão 40 procedimentos pagos pela Administração Municipal e outros 40 compensados das cirurgias já pagas e ainda não realizadas.

Atualmente, a Prefeitura espera a realização de 160 cirurgias ainda não feitas pela Santa Casa, mas todas devidamente quitadas. A assinatura do convênio, com duração de 12 meses, deve resolver o impasse e só depende do aval do Conselho Municipal de Saúde (CMS). “Nossa prioridade absoluta é acabar com essa lista de espera. Tenho cobrado os resultados diariamente da secretária de Saúde e as cirurgias de maior complexidade vão começar a ser feitas nos próximos dias”, afirmou Carlos Nelson, que destinou R$ 4 milhões para o programa.


Santa Casa de Itapira

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top