Rapaz leva tiro acidental na perna ao armar emboscada para padrasto

Os guardas civis municipais Saraiva e Procópio detiveram Pablo Sergio Monteiro, 21, no início da manhã de segunda-feira, 4, sob a acuação dele ter armado uma emboscada para seu padrasto, Roberto Carlos da Silva, 49, na tentativa de matá-lo. O plano não deu certo porque a arma que Pablo carregava disparou, atingindo sua própria panturrilha.

A emboscada foi revelada por Pablo aos GCMs, depois que foi levado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento). A guarnição foi chamada para atender uma ocorrência a respeito de um rapaz que deu entrada com ferimento causado por disparo de arma de fogo.

Na UPA, Pablo contou que no dia anterior havia se desentendido com seu padrasto e resolveu armar uma emboscada para matá-lo. O rapaz relatou que sabia o trajeto usado por Roberto todos os dias para ir ao trabalho. Assim, logo pela manhã, seu alvo trafegava pela Rodovia Elzio Mariotoni – Estrada Velha de Itapira. Segundo os relatos do próprio autor, ele se posicionou de forma estratégica e quando avistou seu padrasto, sacou um revólver 38 e atirou em direção da vítima, porém não conseguiu acertá-lo, pois o padrasto, ao perceber a ação, conseguiu correr e entrar em um pomar.

Pablo ainda contou que após a ação frustrada foi até sua casa, guardar sua moto, e voltou pelo meio do mato, na tentativa de achar seu alvo e disparar contra ele. Porém, no trajeto, o revólver que estava em sua cintura disparou e acabou o ferindo.

O tiro atingiu a panturrilha direita de Pablo. Ele foi obrigado a pedir socorro para seu irmão, que o levou até a UPA. A vítima, após a ação, foi encontrada em sua casa pelos guardas e relatou que havia sofrido um atentado e estava temeroso.
Pablo, após receber cuidados médicos e receber alta, foi levado ao plantão policial, onde foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio.



Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top