Tentativa de roubo tem PM baleado e ladrão morto

Leandro Nonato Moreira, 30, natural de Itapira, mas morador da Vila Dias, Zona Leste de Mogi Mirim, morreu na tarde desta sexta-feira, 10, ao trocar tiros com um policial militar. Ele e outro suspeito invadiram uma clínica odontológica e, assim que anunciaram o assalto, se depararam com o PM que estava no local como paciente. O policial foi baleado e seu estado é estável. O outro assaltante fugiu.

As primeiras informações apuradas nas investigações comandadas pela delegada Raquel Cassali dão conta que, por volta das 15h30, Leandro, usando capacete e de arma em punho, invadiu a clínica, localizada à rua Marciliano, região central de Mogi Mirim, anunciando o assalto.

O policial militar, que estava na sala de espera para ser atendido, se identificou e ao tentar sacar sua arma, o criminoso efetuou disparos em sua direção, atingindo-o na região torácica. Mesmo ferido, o PM, em dessa própria e dos funcionários e demais pacientes que estavam pelo local, revidou, disparando e atingindo Leandro, que caiu ferido.

A arma que o criminoso usava, um revólver 38 com numeração suprimida, caiu próximo do suspeito, que tentou pegá-la novamente para disparar contra o policial, mas, não conseguiu, vindo a falecer.

O comparsa de Leandro, que estava do lado externo da clínica, efetuou outros disparos e fugiu na contramão com uma moto CG Titan. Policiais civis, guardas municipais e policiais militares realizaram buscas que estavam em andamento até o fechamento desta edição, na tentativa de localizar o outro envolvido.

Segundo informações, horas antes deste crime, Leandro e o comparsa teriam tentando roubar uma residência no Jardim Elite. O suspeito morto já esteve preso por homicídio. Em 2013, matou Juliana Cristina Carlos, na ocasião, namorada de seu irmão, em um bar de Mogi Mirim.

O PM baleado foi socorrido até a Santa Casa para atendimento médico e não corre risco de morte.


Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top