Fundo Social recebe inscrições para cursos gratuitos de alimentos e cuidado com idosos

Da Redação
Desde segunda-feira, 23, o Fundo Social de Mogi Mirim recebe as inscrições para dois cursos gratuitos do Projeto Técnico Social (PTS). As aulas começam em outubro, sendo no dia 1º o início da oficina de Aproveitamento Integral dos Alimentos, enquanto o curso básico Cuidado de Idosos está agendado para o dia 24. Os interessados deverão se inscrever no Fundo Social, localizado à Avenida Adib Chaib, 2.250, no Espaço Cidadão, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 16h, local onde também serão realizadas as atividades. 
Uma das oficinas será de Aproveitamento Integral dos Alimentos (Foto: Secretaria de Relações Institucionais)
As aulas do curso de alimentos serão às terças e quintas-feiras, das 13h30 às 16h30. Já os cuidadores de idosos terão encontros às quintas e sextas-feiras, das 13h30 às 16h30. Em ambos os casos, os interessados devem ter 18 anos e Ensino Fundamental completo. Todos os alunos receberão certificados.
A iniciativa faz parte do convênio firmado com o Governo Federal devido às obras realizadas pelo Serviço Autônomo de Água e Esgotos (Saae), financiadas com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Em Mogi Mirim, a ação é executada por meio de uma parceria entre o Fundo Social, Banco de Alimentos e o Senac de Mogi Guaçu.

CURSOS
O curso de Aproveitamento Integral de Alimentos foi estruturado com o objetivo de possibilitar ao profissional, dentre as várias atividades, otimizar os aspectos nutricionais e controle do desperdício nas preparações culinárias. A programação abordará as vantagens nutricionais e econômicas dos alimentos, função e classificação, além das técnicas de pré-preparo e preparo, dentre outros, bem como o reconhecimento das safras de frutas e hortaliças e a diferenciação entre alimentos orgânicos e convencionais.
No programa Cuidado de Idosos, os alunos receberão informações a respeito dos cuidados com a pele, mucosas, glândulas, pelos, unhas, dentes, higiene e autocuidado, riscos de acidentes domésticos, como quedas e queimaduras, necessidades nutricionais e as mudanças no corpo, e medicamentos (compras, armazenagem e administração).
Aplicada desde outubro de 2017, a iniciativa já levou para os moradores das zonas Norte e Leste uma série de cursos, palestras e oficinas de variados temas, com base nas necessidades apontadas pela própria comunidade. Dentre os objetivos, o projeto visa criar oportunidades de geração de renda, aumentando as chances de empregabilidade.

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top