Lyra promove 1º Festival da Primavera neste domigo

Ana Paula Meneghetti

Para comemorar a chegada da estação das flores, a Lyra Mojimiriana, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, promoverá o 1 º Festival da Primavera neste domingo, 22, no Teatro de Arena, localizado no Complexo Esportivo José Geraldo Franco Ortiz, o Lavapés. A programação é gratuita e inclui apresentações musicais, práticas de yoga, plantio de árvores, entre outras atividades, das 9h às 18h.

Segundo o maestro e coordenador geral da Lyra Mojimiriana, Carlos Lima, a ideia surgiu a partir de um pedido do próprio público, durante a 8ª edição do Festival de Inverno de Mogi Mirim (Festimm). Embora a Lyra já tenha uma plateia fixa, Lima acredita que o evento é mais uma oportunidade para atrair novos espectadores. “Será uma experiência”, destacou o maestro.

De acordo com a coordenadora pedagógica da Lyra, Anabel Favilla, a ideia do festival é difundir a cultura de ocupação das áreas verdes do município, uma prática comum nas grandes cidades do Brasil e também no exterior. “A intenção é expandir o aproveitamento dos parques como qualidade de vida e saúde mental”, completou a coordenadora. Além de ser um evento cultural e de integração, é uma ação educativa, uma vez que sensibiliza sobre a preservação do meio ambiente.

Outro destaque é a diversidade de atrações, o que garantirá um público abrangente, desde crianças à terceira idade. Para o maestro, o Teatro de Arena é um local que acolhe todos os tipos de pessoas por ser mais acessível, diferente do teatro do Centro Cultural que, para muitos, pode ser visto como um espaço inibidor.

O evento terá infraestrutura completa, dispondo de sanitários e uma praça de alimentação com food trucks, além de brinquedos infláveis. Os serviços da praça terão início a partir das 10h. Haverá ainda esquema de segurança, serviços médicos e apoio do Trânsito nas vias próximas ao local. A Secretaria de Cultura ajudará com o fornecimento de materiais e cobertura do palco.

Para deixar o festival com o espírito do mês, a Lyra também planeja uma decoração com flores e ainda uma exposição interativa com 22 fotos, registradas pelo fotógrafo Nato Canto, das aulas de musicalização infantil do Projeto Ser, ministradas em conjunto com a Lyra. O projeto é um serviço educacional responsável por atender cerca de 500 alunos, do 1º ao 5ª ano de escolas municipais, que estudam em período integral.

MAIS FAVORÁVEL
Em uma breve avaliação, o maestro Carlos Lima reconheceu o esforço do secretário de Cultura e Turismo, Marcos Antonio Dias dos Santos, o Marquinhos, em reativar as atrações culturais na cidade, até mesmo com a retomada do Conselho de Cultura. “O cenário é mais favorável, hoje, do que há quatro anos”, afirmou, quando considerava a pasta meramente uma repartição burocrática. Mas, a expectativa é sempre melhorar. “Se o projeto for executado, vai ser uma boa conquista”, disse Lima, ao mencionar a reforma do antigo Centro de Saúde, ao lado do Centro Cultural Professor Lauro Monteiro de Carvalho e Silva, como uma área de aproveitamento para eventos, por exemplo, o Festimm.

O maestro ainda sugeriu a construção de um teatro maior em Mogi Mirim, a fim de fomentar outros setores, e defendeu a reforma do teatro do Centro Cultural. “Não só a aparência, como a estrutura interna. As pessoas têm que ocupar aquilo lá. É do povo”, acrescentou.

PROGRAMAÇÃO
9h – Alongamento e Yoga com Carol Zoli da Ibeas Academia
10h – Coral Infantil – Coral Municipal – Fanfarra da 3ª idade
11h – Banda Casa das Artes de Itapira
12h – Camerata – Lyrinha e Banda Lyra
13h – Orquestra Sinfônica e Tutti
14h – Banda Sound Borne
15h – Banda Simphonia Paralela
16h – Encerramento com Banda Diva Drive
* Praça de alimentação (com food trucks e brinquedos infláveis) – das 10h às 18h

Primeira edição do festival foi realizada no Teatro de Arena; Coral Infantil foi uma das atrações (Foto: Nato Canto)

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top