A coxinha mais famosa da cidade

Ana Paula Meneghetti

Não há dúvida que a coxinha já é uma paixão nacional. Agora, imagine você, quando esse tradicional salgadinho brasileiro, de origem paulista, ganha novos sabores: carne seca com cream cheese, quatro queijos, palmito e até mortadela. Já começou a salivar?

Pois bem, a queridinha da vez, a coxinha de palmito mais famosa da cidade, tem endereço fixo e dona. Ela fica bem quentinha, aguardando clientes e curiosos, na estufa da Padaria Vitória, localizada dentro de um posto de combustíveis, à Avenida Expedito Quartieri, no bairro Mirante, região da zona Leste de Mogi Mirim.

A novidade, que logo caiu no gosto da clientela, é fruto da criação e ousadia da padeira e uma das proprietárias do estabelecimento comercial, Camila Cheida Naves, de 37 anos. “Como eu amo fritura, queria que fosse uma diferente; uma massa bem cremosa. Então, fui fazendo testes. Foram dez massas para ficar bom”, revelou.

O resultado deu tão certo que fisgou Fernando Kassab pelo estômago.  Destino, acaso ou sorte? Não se sabe. Mas o fato é que o apresentador da EPTV, emissora afiliada à Rede Globo, chegou até a padaria durante uma viagem a passeio. “Foi numa Sexta-feira Santa. Ele passou porque estava indo para Serra Negra e comeu a coxinha de palmito”, lembrou Camila.

A partir disso, surgiu o convite da gravação do passo a passo da receita para o especial de Festas Juninas do quadro “Histórias e Sabores”, exibido no programa Mais Caminhos. “Passei completa”, garantiu Camila, sem preocupação quanto ao fato de ter ensinado todo o preparo. Afinal, o segredo mesmo está nas mãos de quem faz. Bastou o quadro ir ao ar, no dia 22 de junho deste ano, para que o comércio sentisse os efeitos da divulgação. “Triplicou a venda de salgados”, comemorou a padeira.

Fernando e Camila apresentam as coxinhas que ganharam as telas da EPTV (Foto: Flávio Magalhães/A COMARCA)

AS MAIS PEDIDAS
Há um ano e meio, Camila decidiu investir nas coxinhas gourmet, apostando em receitas caseiras e no uso de ingredientes frescos, um diferencial do negócio em relação às franquias do ramo alimentício. A combinação não tinha como dar errado. Atualmente, as mais pedidas na padaria são as coxinhas de palmito e frango com Catupiry, também disponíveis para pedido pelo iFood (aplicativo de delivery de comida).

Segundo a proprietária, são feitas de 50 a 60 unidades desses dois sabores, por dia. No mês, a produção chega a quase 1.800 coxinhas. Os demais sabores – carne seca com cream cheese, quatro queijos e mortadela – saem às sextas-feiras.

EXPANSÃO
Para Camila, seu dom não carrega só a técnica. Apesar de ter cursos nas áreas de panificação e salgados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), ela disse que também aprendeu o que sabe “na raça mesmo” e por ser curiosa, sem contar ainda a herança familiar, por influência da mãe na cozinha. “Desde os 10 anos, eu batia bolo”, recordou.

A padeira, natural de Santa Bárbara d'Oeste, não pretende parar por aí. O próximo passo é tentar driblar a rotina corrida na padaria, com funcionamento diário, das 6h às 20h, e se dedicar a um curso de confeitaria, embora ela já domine receitas de bolos.

Moradora de Mogi há 11 anos, a outra meta de Camila é expandir os negócios da empresa familiar, que administra ao lado do marido, Vinicius Naves, e do casal Marjory Murayama e Fernando Naves, seu cunhado. Inaugurada em março de 2008, a padaria avança em um bairro que tem “vida própria”, mas aspira voos mais altos, na própria cidade e, futuramente, na região.

Saborosa polêmica
Como se come uma coxinha? Pela base ou pontinha? A velha e saborosa polêmica continua mais viva que nunca, assim como a divergência de opiniões entre “biscoito” e “bolacha”. A COMARCA também esteve na padaria para provar a famosa coxinha de palmito. Depois de aprovados o sabor e a massa, a reportagem fez a pergunta à Camila. Para ela, o melhor é saborear o produto pela pontinha. Fica a dica da especialista no assunto!

Coxinha de palmito é sucesso entre a clientela da padaria (Foto: Flávio Magalhães)

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top