Erradicação de árvores começa nesta terça e muda o trânsito no Centro

Ana Paula Meneghetti

A erradicação de oito árvores da espécie Sibipiruna, localizadas na Praça São José, região central de Mogi Mirim, começa a ser realizada na próxima terça-feira. Inicialmente, serão três dias de trabalhos; de 8 a 10 de outubro. Nesse período, o trânsito sofrerá alterações. Essa será a primeira fase da erradicação, que consiste na remoção da parte aérea das plantas. A segunda fase, quando os troncos devem ser removidos, está prevista somente após as comemorações dos 250 anos da cidade.

ATUALIZAÇÃO: Prefeitura adia erradicação de árvores no Centro para semana que vem

Outras três árvores, das espécies Ficus Elástica, Canafístula e Aldrago, na Praça Floriano Peixoto, o Jardim Velho, já estão passando pelo processo de erradicação. Conforme a Administração Municipal havia divulgado, trabalhos efetuados pela Secretaria de Meio Ambiente constataram, por meio de laudos, o envelhecimento e a pouca resistência das árvores, o que demanda a importância da operação. O objetivo é preservar a segurança dos munícipes. Na mesma área das oito árvores, deve ser promovido o plantio de ipês-amarelos, como forma de compensação.

Os detalhes sobre a medida foram divulgados pelo secretário de Meio Ambiente, Ivair Biazotto, durante coletiva de imprensa, na manhã da última quinta-feira, 3. A entrevista contou ainda com a participação da secretária de Mobilidade Urbana, Tania Maria Ferraz Guimarães, e do chefe de Trânsito, Rogério da Cunha Claro.

Em fevereiro, todas as árvores passaram por um estudo científico da empresa Plant Care, especializada na saúde de plantas. Segundo Biazotto, o diagnóstico sobre a condição interna e externa de cada árvore, utilizando equipamentos e tecnologia avançada, apenas comprovou aquilo que a Prefeitura já suspeitava. “A parte central das árvores está podre, o que reduz a área de sustentação, aumentando a possibilidade de queda. Como são de grande porte e a região possui um intenso fluxo de pessoas, concluímos que existe necessidade de removê-las”, explicou o secretário.

Os serviços para a erradicação das 11 árvores são executados pela Sabadini Comércio e Materiais de Construção e Prestadora de Serviços de Terraplanagem e Locação de Máquinas, contratada pela Prefeitura por meio de licitação, ao preço de R$ 57,5 mil. A empresa fornece funcionários e todo o maquinário.

No Jardim Velho, também no Centro, os trabalhos foram iniciados no dia 29 de setembro e seguem neste domingo, 6. Se houver necessidade, os serviços são retomados pela empresa no dia 13. A árvore já erradicada se encontrava em frente à Igreja Nossa Senhora do Carmo. Outra fica a poucos metros da igreja, e a terceira nas proximidades da esquina com a Rua Padre José.

Já na Praça São José, as árvores que passarão pelo processo estão situadas ao lado de uma das entradas laterais da Matriz de São José, em frente à antiga sede da Câmara Municipal. Em caso de chuvas, a poda será suspensa. “O impacto visual vai ser grande, mas já seguramos o máximo possível e vamos ter fazer a remoção delas”, declarou Biazotto, ao lembrar de duas fatalidades, ocorridas no passado, envolvendo a queda de árvores no Jardim Velho.

Inicialmente, serão três dias de trabalhos na praça São José (Foto: Nelson Victal do Prado Júnior)

Atenção: mudanças no trânsito

A primeira fase da erradicação terá um esquema especial para o funcionamento do trânsito, com o fechamento de vias na praça, ao longo dos três dias de trabalho, das 7h às 17h. A Secretaria de Mobilidade Urbana interditará, de terça a quinta-feira, a área situada entre uma clínica odontológica e o espaço que dá acesso às escadarias da Matriz de São José. Os pedestres devem redobrar a atenção e também não poderão circular pelo espaço, que ficará fechado com fitas e cones.

Aos carros e motos que utilizarem a Rua Doutor José Alves, será permitida a conversão à direita apenas para o uso dos dois estacionamentos situados ao lado praça. Para facilitar o fluxo, a secretaria autoriza, de forma emergencial, que aqueles veículos que não forem usar os estacionamentos possam virar à esquerda, na contramão, sentido Rua José Bonifácio. Também ficará proibido o estacionamento das vagas em 45º, próximas da Lotérica Simpatia e da antiga sede do Banco Real, esquina com a José Bonifácio. Após o horário estabelecido, o local dos serviços será limpo e o trânsito volta ao normal.

“Fizemos uma reunião para definir como seria mais fácil e menos perigosa essa intervenção, pensando também nos comerciantes ao redor da área interditada”, ressaltou Tania Guimarães. Além disso, os agentes de trânsito vão orientar todo o processo.

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top